1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Dilma é aprovada por 8,8% e reprovada por 70% em pesquisa da CNT

Alterações em relação ao levantamento anterior, de julho, ficam dentro da margem de erro. Para 61,3%, "pedaladas fiscais" justificam abertura de processo de impeachment.

Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (27/10) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), a avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff subiu de 7,7% em julho para 8,8% em outubro.

O levantamento também mostra que 70% dos entrevistados reprovam o governo, mantendo basicamente o mesmo percentual da pesquisa anterior (70,9%).

Segundo o levantamento encomendado pela CNT ao instituto de pesquisas MDA, apenas 1,3% dos entrevistados considera ótimo o governo de Dilma, enquanto 7,5% o qualificam como bom e 20,4%, como regular.

Entre as avaliações negativas, 18,1% consideram o governo ruim e 51,9%, péssimo. Em todos os percentuais, a variação em relação ao levantamento anterior é inferior à margem de erro, de 2,2 pontos percentuais.

Sobre o desempenho pessoal da presidente, 15,9% o aprovam e 80,7% o desaprovam. Na pesquisa anterior, os percentuais eram 15,3% e 79,9% respectivamente.

Dos entrevistados, 61,3% consideram que as chamadas pedaladas fiscais justificam a abertura de um processo de impeachment. Além disso, 69,2% responsabilizam Dilma pelo escândalo da Petrobras, que envolve dezenas de políticos, a maioria da base governista.

A pesquisa foi divulgada um dia após se completar um ano da reeleição de Dilma para o segundo mandato, iniciado no dia 1º de janeiro.

O Instituto MDA ouviu 2.002 pessoas, em 24 estados brasileiros, entre os dias 20 e 24 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

RC/abr/efe

Leia mais