1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Diego volta a brilhar em campo pelo Wolfsburg

Sob o comando do técnico interino Lorenz-Günther Köstner, o brasileiro encontra maior espaço na equipe e vem se destacando jogo a jogo. Na última rodada da Bundesliga ele deixou sua marca com dois belos gols.

Após a demissão do técnico Felix Magath, o meia brasileiro Diego vem melhorando claramente seu desempenho. Neste domingo (11/11) ele liderou a equipe na importante vitória do Wolfsburg contra o Bayer Leverkusen, a primeira em casa após 11 rodadas do campeonato alemão na temporada 2012/13.

O técnico internino Lorenz-Günther Köstner, que normalmente dirige a equipe sub-23 do Wolfsburg, assumiu o comando do time após a demissão de Felix Magath. Sua atuação vem agradando os jogadores e também a torcida, que chegou a homenageá-lo durante a partida, cantando seu nome em coro.

Os torcedores também fizeram demonstrações de apoio ao provável novo diretor esportivo da equipe, Klaus Allofs, atualmente no Werder Bremen. Seu nome é o mais cotado para assumir o Wolfsburg.

Sob o comando de Köstner, os jogadores parecem ter reencontrado o prazer de jogar. No caso de Diego, o técnico interino declarou que com a saída de Magath, o “Ballzauberer“, como é chamado na Alemanha (algo como “o mago da Bola“) voltou a jogar com entusiasmo, uma vez que “se livrou de um fardo”.

O brasileiro, que se mostrava inseguro e até mesmo inibido, voltou a ser o mesmo jogador que se destacou no Werder Bremen, equipe que defendeu entre 2006 e 2009, sendo campeão por duas vezes da Copa da Alemanha (DFB Pokal) e levando o time à final da Copa da Uefa.

Lorenz-Günther Köstner

Atuaçaõ do técnico interino Lorenz-Günther Köstner agrada jogadores e torcida

Mais à vontade em campo

Na vitória contra o Leverkusen, Diego estava solto em campo, driblando, fazendo passes precisos e foi o responsável pelos dois primeiros gols da vitória de 3x1. Após inaugurar o placar com um belo gol de falta logo aos 4min de jogo, o meia fez questão de comemorar com o técnico Köstner, em um gesto de agradecimento. Pouco depois, Diego acertou um belo chute do meio da área, sem chances para o goleiro rival, o que possibilitou à equipe da casa controlar a partida até o final.

O terceiro gol foi marcado pelo holandês Bas Dost ainda no primeiro tempo. O Bayer Leverkusen, que vinha de uma série de 12 vitórias consecutivas, conseguiu descontar apenas nos acréscimos finais com um gol de Kiessling.

“O importante é que nós fizemos um ótimo trabalho de equipe”, afirmou Diego. Sobre o técnico interino, o brasileiro disse que “ele é muito importante para o grupo, temos muita confiança nele e sua influência é muito positiva”. Se dependesse dele, Köstner poderia ser até mesmo efetivado no cargo.

No entanto, tudo indica que Diego irá reencontrar seu antigo comandante na época em que jogava pelo Werder Bremen, Klaus Allofs. Ele foi o responsável pela vinda do brasileiro ao Bremen em 2006, após boa temporada no Porto. A diretoria do Wolfsburg prefere não comentar a provável vinda do técnico, que tem contrato com sua equipe atual até 2015.

O desempenho apenas razoável da equipe de Allofs na atual temporada e a derrota para o Schalke 04 na última rodada fortalecem os rumores de sua transferência para o Wolsburg. Mas, por enquanto, a equipe continua em evolução sob o controle de Köstner.

RC/dpa/sid
Revisão: Francis França