1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

DFB investiga nova denúncia de racismo

A Federação Alemã de Futebol (DFB) está investigando a denúncia de que dois jogadores ingleses teriam sido vítimas de racismo durante partida válida pelas Eliminatórias do Campeonato Europeu Sub-21, na terça-feira (10/10) em Leverkusen. No confronto, a Inglaterra venceu a Alemanha por 2 a 0, eliminando-a da competição.

Micah Richards e Anton Ferdinand alegam que foram chamados de "macacos" por jogadores da equipe alemã. A denúncia levou a Associação Inglesa de Futebol (FA) a encaminhar um pedido formal de apuração à Uefa. Ironicamente, antes do jogo, ambas as equipes posaram para fotos diante de um cartaz contra o racismo.

A DFB afirmou que não tolera preconceito racial, mas prefere investigar o caso antes de tomar algum posicionamento. "Nós estamos tratando dessas acusações tão seriamente como fizemos com outros incidentes dessa natureza. Estamos verificando a veracidade do ocorrido", declarou o porta-voz da entidade, Harald Stenger.

Um dos acusados, o atacante do Werder Bremen Aaron Hunt, disse que tudo não passou de uma típica discussão de jogo. "Eu não usei qualquer termo racista. É evidente que houve um bate-boca mais pesado, mas nada além daquilo que acontece em qualquer partida", alegou Hunt.

O conselho disciplinar da Uefa esclareceu que costuma ser rigoso em casos de racismo e que pode impor penas que vão desde punições individuais até a exclusão da equipe de uma determinada competição.

Links relacionados:

Leia mais