1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Deutsche Post prepara-se para fim do monopólio

Com a aquisição da britânica Williams Lea, o Deutsche Post investe ainda mais na área de logística e fretes e se fortalece para 2007, quando acaba seu monopólio no mercado alemão de entrega de correspondências.

default

A ex-estatal é hoje líder mundial em correio expresso internacional e logística

A excepcional mudança pela qual o Deutsche Post, a antiga "empresa alemã de correios e telégrafos", passou nos últimos anos levou a ex-estatal de serviços postais a se transformar na líder mundial em logística com a marca DHL, presente também no Brasil. Essa posição se fortalece ainda mais com a incorporação da empresa britânica Williams Lea, anunciada nesta segunda-feira (13/02) na sede do Deutsche Post, em Bonn.

A transação custou 370 milhões de euros para os alemães, que levaram 75% da empresa britânica e têm a opção de comprar o restante depois de três anos. O negócio ainda precisa ser aprovada pelo departamento anticartel do governo alemão.

Potencial de clientes

A Williams Lea é líder em seu país no setor de logística, com clientes como Bank of America, Prudential e Microsoft. Tem 6500 empregados e faturou 648 milhões de euros em 2005, com geração de caixa de 49 milhões de euros.

Sob a marca DHL Global Mail, o Post pretende ampliar seus negócios, em nível internacional, para muito além da pura e simples entrega de correspondências. Segundo o diretor da divisão postal, Hans-Dieter Petram, há um enorme potencial nesse setor. "Queremos remodelar completamente esse negócio." Para isso, a Williams Lea cai como uma luva ou, nas palavras de Petram, será uma "pérola".

Fim do monopólio em 2007

De acordo com Petram, o Deutsche Post quer ainda garantir uma compensação para o caso de o mercado alemão se tornar menos lucrativo para a empresa,com o fim do seu monópolio postal, marcado para o final de 2007. A data é tida como irreversível dentro da companhia.

No final de 2005, o grupo alemão incorporou outra empresa britânica, a Exel, por 5,5 bilhões de euros. A aquisição da Williams Lea é, também, uma tentativa de fortalecer a presença alemã no mercado britânico, que está sendo testado pelas concorrentes FedEx e UPS para uma eventual expansão para o mercado europeu.

Com a DHL, o Deutsche Post alcançou a liderança mundial em correio expresso internacional, serviços de logística e frete marítimo. É também o principal acionista do Postbank, o maior banco de varejo da Alemanha e que ganhou mercado oferecendo serviços bancários na rede de agências de correio do país.

Leia mais