1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Destroço achado no Índico pode ser do voo MH370

Pedaço de aeronave encontrado na costa da ilha francesa Reunião, no Oceano Índico, é analisado por investigadores. Peça pode ser do Boeing 777 da Malaysia Airlines, desaparecido há mais de um ano.

O pedaço de uma aeronave encontrado nesta quarta-feira (29/07) na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico, pode ser do Boeing 777 da Malaysia Airlines, desaparecido desde 2014.

O voo MH370 desapareceu dos radares no dia 8 de março de 2014, 40 minutos depois da decolagem. O avião com 239 pessoas a bordo partiu de Kuala Lumpur, a capital da Malásia, com destino a Pequim.

O pedaço da asa foi encontrado na manhã desta quarta-feira (horário local) em Saint-André, na costa leste da ilha, por funcionários de uma associação de limpeza. A ilha Reunião é um departamento ultramarino do governo francês.

De acordo com a mídia local, o destroço tem dois metros de comprimento e está coberto por moluscos, o que indica que permaneceu embaixo da água por um tempo considerável.

A Malásia enviou investigadores à ilha para verificar se o fragmento pode ser compatível com a aeronave do voo MH370. "Espero que possamos fazer a identificação assim que for possível", afirmou o ministro dos Transportes do país, Datuk Seri Liow Tiong Lai. Autoridades de Reunião também trabalham nas investigações.

O desaparecimento do MH370 é um dos maiores enigmas da história da aviação civil. Em sua conta no Twitter, o especialista em segurança aérea francês Xavier Tytelman escreveu que há uma "semelhança incrível" entre o destroço localizado e os flaps da asa de um Boeing 777. "Em alguns dias teremos uma resposta segura", afirmou.

KG/dpa/efe

Leia mais