1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Desemprego na Alemanha é o menor para fevereiro desde 1991

Total de desempregados cai para 3,017 milhões num mês em que o número costuma subir por causa do inverno. Taxa de desemprego está em 6,9% no país.

A Alemanha registrou em fevereiro a menor número de desempregados para o mês desde 1991: 3,017 milhões de pessoas, segundo divulgou nesta quinta-feira (26/02) a Agência Federal do Trabalho. O número equivale a 6,9% das pessoas que estão no mercado de trabalho.

Sem ajuste sazonal, a queda no número de desempregados de janeiro para fevereiro foi de 15 mil. Na comparação com fevereiro de 2014, o recuo é de 121 mil.

Com ajuste sazonal, o número de desempregados no país diminuiu 20 mil em fevereiro na comparação com janeiro, chegando a 2,812 milhões. Analistas esperavam que a redução fosse de apenas 10 mil.

Economistas dos maiores bancos alemães contavam com um aumento do desemprego, típico do período de inverno. Nos três anos anteriores, o número de desempregados subiu 15 mil em fevereiro, em média, porque algumas áreas sofrem redução na demanda, como jardinagem, construção civil e agricultura. Este ano, no entanto, o número de pessoas procurando emprego caiu, em vez de aumentar. Como resultado, o índice de desemprego recuou 0,1 ponto percentual.

"O desenvolvimento positivo do mercado de trabalho prosseguiu em fevereiro", comentou o chefe da agência, Frank-Jürgen Weise. "O desemprego caiu, e a ocupação manteve sua tendência de crescimento."

E as empresas continuam contratando: em fevereiro foram abertas 519 mil vagas de emprego, segundo informações da Agência Federal do Trabalho, 63 mil a mais do que em fevereiro do ano passado. As maiores demandas estão nos setores de mecatrônica, engenharia elétrica, vendas, transporte e logística. Também na metalurgia, na engenharia automotiva e de máquinas, assim como na área de saúde há procura por pessoal.

MSB/dpa/afp

Leia mais