1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Desavenças sobre tamanho e tarefas da tropa de paz

Na véspera de o Conselho de Segurança adotar uma resolução, em Nova York, sobre a tropa de paz para o Afeganistão persistem desavenças na Europa e em Cabul sobre o número, comando e tarefas dos boinas azuis.

Na véspera de o Conselho de Segurança adotar uma resolução, em Nova York, sobre a tropa de paz para o Afeganistão persistem desavenças na Europa e em Cabul sobre o tamanho, comando e as tarefas do contingente internacional. O ministro alemão da Defesa, Rudolf Scharping, confirmou que a Alemanha só participará da tropa com um mandato claro das Nações Unidas, bem como tempo e área de ação determinados.

Além disso, a tropa tem de estar em condições de contribuir de forma eficaz para a segurança e a estabilidade do governo de transição que tomará posse no próximo dia 22, disse o ministro da Defesa, à margem do encontro com os seus colegas dos 18 aliados na OTAN, em Bruxelas. A convocação extraordinária do Parlamento em Berlim para aprovar a tropa alemã de até 1.500 soldados depende da resolução do Conselho de Segurança. O chanceler federal alemão, Gerhard Schröder, admitiu que a votação pode ser até no Natal.

Comando - O comando da tropa está praticamente garantido para a Grã-Bratanha, mas o governo do primeiro-ministro Tony Blair quer transferir o mandato depois de 90 dias. Em virtude de posições divergentes em Berlim e Londres, vários políticos alemães estão contra um comando britânico na tropa de boinas azuis. O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Parlamento alemão, Hans-Ulrich Klose, argumentou que os britânicos são vistos como força de ocupação, porque participaram de vários bombardeios na guerra contra os talibãs e a Al Qaeda de Osama Bin Laden.

O Ministério da Defesa em Berlim desmentiu, enquanto isso, que já tenha transferido seus primeiros soldados para Cabul numa operação secreta. Parte do gabinete social-democrata (SPD) e Verde quer o envio de um comando avançado o quanto antes para garantir a segurança do governo provisório, mas os verdes têm dificuldades com isso, porque ainda há combates no Afeganistão. O governo britânico planeja enviar 200 fuzileiros navais até sábado como comando avançado. Tony Blair anunciou na segunda-feira que enviará 1.500 soldados britânicos ou mais, se for necessário.

Aliança do Norte - Em Cabul, a Aliança do Norte ainda não encontrou um consenso interno sobre o tamanho das forças de paz da ONU nem sobre suas tarefas. Funcionários do Ministério da Defesa, da Aliança do Norte, defenderam nesta terça-feira uma tropa de 5.000 homens, mas rejeitaram este número mais tarde e voltaram a dizer que só aceitariam 1.000 soldados.