1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Deputados aprovam casamento gay na França

Lei é a primeira grande reforma social do presidente François Hollande e deve passar também pelo Senado, onde socialistas têm maioria.

A Assembleia Nacional francesa aprovou nesta terça-feira (12/02), após um mês de debates, a lei que legaliza o casamento homossexual e autoriza a adoção por casais do mesmo sexo.

O projeto é tido como a primeira grande reforma social do presidente François Hollande, a mais importante do país desde a abolição da pena de morte, em 1981.

Se, como esperado, a lei passar pelo Senado na votação de 2 de abril – os socialistas e aliados têm maioria – a França se unirá a outros 11 países onde o casamento gay é legalizado, como Argentina, Espanha, Noruega e África do Sul.

"Travamos uma batalha grandiosa e nobre", disse a ministra da Justiça, Christiane Taubira, principal promotora do projeto de lei. 

Polêmica, a lei levou milhares de pessoas às ruas da França nas últimas semanas em protestos contra e a favor da medida. Na Assembleia, a oposição apresentou cerca de 5 mil emendas e forçou mais de 100 horas de intensos debates na tentativa de retardar a aprovação.

Uma pesquisa de 13 de janeiro mostrou os franceses divididos sobre o projeto de lei: 51% se disseram a favor e 41%, sobretudo a maioria católica e a crescente comunidade muçulmana do país, se declararam contra.

Paris Demonstration gegen die Gleichstellung von Homosexuellen

Protestos em Paris contra o casamento gay

RPR/rtr/dpa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais