1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Deputado alemão preside Parlamento Europeu

Veterano do Parlamento Europeu e conhecedor dos meandros burocráticos de Bruxelas, democrata-cristão Hans-Gert Pöttering quer aproximar a União Européia dos cidadãos.

default

Pöttering, europeu convicto desde a infância

O alemão Hans-Gert Pöttering, da União Democrata Cristã (CDU), foi eleito nesta terça-feira (16/01) por 460 dos 785 eurodeputados para a presidência do Parlamento Europeu, em Estrasburgo. Ele derrotou a verde italiana Mônica Frassoni (145 votos), o comunista francês Francis Wurtz (48 votos) e o dinamarquês Jens Peter Bonde (46 votos) – cético em relação à União Européia.

"A Europa precisa se tornar uma Europa dos cidadãos", disse Pöttering após sua eleição. Ele prometeu se empenhar pela aprovação da Constituição européia, por mais influência do Parlamento Europeu sobre a política de imigração e asilo do bloco e pelo diálogo com mundo islâmico.

"Homem do consenso"

Nascido há 61 anos em Bad Iburg, na Baixa Saxônia, o jurista Hans-Gert Pöttering integra o Parlamento Europeu desde 1979. É considerado um profundo conhecedor da máquina burocrática de Bruxelas, um "homem do consenso" e aliado de confiança da chanceler federal alemã Angela Merkel, que atualmente preside o Conselho da UE.

Pöttering gosta tanto de clássicos, como Johan Sebastian Bach, quanto da música tradicional da banda de sua terra natal, onde é membro do clube de caça e tiro. "A música é uma parte importante da nossa cultura", diz.

"A Europa começa onde nos sentimos em casa, o que no meu caso é Bad Iburg. Sinto uma forte ligação com minha terra natal – como baixo-saxão, alemão e europeu", diz.

Nos últimos 27 anos, Pöttering teve pouco tempo para a família, mas se alegra pelo fato que seu filho, Johannes, está enveredando na carreira politítica, como vice-presidente da ala jovem da CDU em Osnabrück e tesoureiro estadual da agremiação.

"Meu trabalho político baseia-se na convicção cristã da imagem do ser humano", diz o político, ligado à Igreja Católica. "O ser humano é responsável por si, mas também pela comunidade. Nisso consiste o princípio da solidariedade e da subsidiaridade, que deveria orientar a unificação européia. É impossível fazer política sem ter uma base de valores", afirma.

Europeu convicto

EU Deutschland Hans Gert Pöttering Europaparlament Präsident

Pöttering (d) foi eleito por democrata-cristãos e social-democratas

Inspirado pelo ex-chanceler federal alemão Konrad Adenauer, Pöttering sempre se mostrou convicto da necessidade da unificação européia, "que ainda está longe de ser concluída", como diz.

Pelo menos uma meta ele vê atingida em Bruxelas. "As fronteiras nacionais estão desaparecendo. Na política européia, na maioria das vezes, o que importa são as convicções políticas, independentemente de qual país se vem. Lutas por interesses nacionais são uma exceção no Parlamento Europeu", garante.

Pöttering foi eleito, principalmente, com os votos dos democrata-cristãos e social-democratas, que formam as duas maiores bancadas no Parlamento Europeu. Os social-democratas conclamaram à formação de uma aliança contra a nova bancada de extrema direita, que representa um desafio também para a presidência de Pöttering.

Leia mais