1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Delegação alemã quer incrementar negócios com a Ásia

O ministro alemão da Economia, Werner Müller, viaja neste sábado (29) para a Ásia, encabeçando uma numerosa delegação de empresários alemães.

default

Bons contatos bilaterais: o presidente chinês Yiang Zemin em Dresden

A primeira estação da viagem é a capital chinesa Pequim, de onde a delegação seguirá para o Japão, na próxima terça-feira (02/07). Em Pequim, será realizada a 11ª reunião da Comissão Mista Econômica Teuto-Chinesa. As relações econômicas entre a China e a Alemanha tiveram uma expansão quase explosiva, nos últimos anos. O intercâmbio comercial sino-alemão atingiu, no passado, um volume total de quase 38 bilhões de euros.

Neste contexto, as exportações alemãs aumentaram em 35%, no ano 2000, e em mais 27% em 2001, o que correspondeu a mercadorias e serviços no valor de quase 12 bilhões de euros. O volume atual de investimentos alemães na China é de 7 bilhões de euros. Ele poderá ser duplicado, dentro em breve, em face de inúmeros grandes projetos nos setores de siderurgia, da construção de veículos e da petroquímica.

No Japão, a delegação alemã encabeçada pelo ministro Müller participa das solenidades comemorativas do 40º aniversário da Câmara de Indústria e Comércio Japão-Alemanha, bem como da Conferência Ásia-Pacífico do Setor Econômico Alemão. Este evento, organizado pelo presidente da Siemens, Heinrich von Pierer, contará com a participação de cerca de 600 empresários, tanto da Alemanha como de países da região, e será aberto pelo presidente alemão, Johannes Rau.