1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Del Bosque aguarda Diego Costa, mas avisa que tem substitutos

Equipe médica corre contra o tempo para tentar recuperar atacante, e técnico da seleção espanhola confirma que vai esperar até o último minuto por ele. Adversários do Brasil também sofrem com contusões.

A seleção espanhola corre contra o tempo para poder contar com Diego Costa na Copa do Mundo. Na segunda-feira (27/05) à noite, os médicos da federação (RFEF) iniciaram o tratamento intensivo com o atacante, vice-campeão da Liga dos Campeões pelo Atlético de Madrid. Na final do último sábado, ele ficou menos de nove minutos em campo.

Os primeiros exames confirmaram que o jogador brasileiro naturalizado espanhol sofreu uma microrruptura muscular no bíceps femoral – chamado de músculo do chute – na perna direita. "Depois de avaliar os exames estamos convencidos de que não houve nenhuma recaída da lesão do jogador e todas as partes envolvidas (federação, clube e jogador) decidiram que o atacante vai receber tratamento médico da RFEF", divulgou a federação em nota.

UEFA Champions League-Finale Real Madrid vs. Atletico de Madrid

Diego Costa foi substituido logo aos nove minutos de jogo, na final da Liga dos Campeões.

Isso significa que, apesar de não ter sido um dos 19 jogadores convocados para o amistoso contra a Bolívia, em 31 de maio, em Sevilha, Diego Costa permanece no plantel do treinador Vicente Del Bosque. A comissão técnica da seleção campeã mundial assumiu os custos do tratamento e tem menos de uma semana para dar ao atacante condições ideais de treinamento.

"Espero que ele esteja [no elenco da Espanha], mas temos bons substitutos. Estamos atentos à sua recuperação para decidir no último momento", disse Del Bosque a uma rádio local, para depois avisar: "Quem não conseguir treinar no dia 2 de junho, não viaja [ao Brasil]".

A previsão dada pelos médicos é de que o atleta terá que ficar 15 dias afastado dos gramados. Diego Costa poderia então começar a treinar apenas três dias antes da estreia espanhola, contra a Holanda.

Os concorrentes à posição de Diego Costa na seleção são os atacantes Fernando Torres, do Chelsea, Álvaro Negredo, do Manchester City, e Fernando Llorente, da Juventus. Além disso, Del Bosque convocou o jovem Gerard Deulofeu, que pertence ao Barcelona, mas esteve emprestado ao Everton, da Inglaterra. Mas nenhum destes teve uma temporada tão boa quanto Diego Costa. E isso não só Del Bosque sabe, mas também seus concorrentes.

"Entendemos que Diego é um jogador que pode ser importante. Ele está em boas mãos e se no final ele poder vir conosco, seria ótimo para nós. Todos aqui partilham do mesmo entusiasmo", disse Fernando Torres, que voltou à seleção após dez meses sem ser convocado.

Outros jogadores que preocupam a comissão técnica são o ponta Jesús Navas e o lateral-direito Juanfran. O jogador do Atlético de Madrid tem uma lesão no tornozelo, e o jogador do Manchester City sofre com dores na região da fíbula – lesão que o acompanhou uma boa parte dessa temporada. O substituto natural de Navas é justamente o jovem Deulofeu.

"Não penso no Brasil. Vou aproveitar essa semana e aprender com esses grandes jogadores. Se Navas estiver lesionado, as minhas chances de estar na lista final aumentam, mas ainda não planejo estar no Brasil", disse o jovem atacante, que volta ao Barcelona para a próxima temporada.

Após o amistoso contra a seleção boliviana, Del Bosque vai definir os 23 convocados. Em seguida, a Espanha viajará para os Estados Unidos, para a segunda parte de sua preparação, que inclui um amistoso contra El Salvador, em 7 de junho.

Na busca pelo bicampeonato, a Espanha está no grupo B da Copa do Mundo, ao lado de Holanda, Chile e Austrália. A estreia da Fúria é contra a outra seleção finalista de 2010, a Holanda, no dia 13 de junho, em Salvador. Os espanhóis jogarão ainda no Rio, contra o Chile, e em Curitiba, contra os australianos.

Contusões afetam rivais do Brasil

Adversário de estreia da seleção brasileira, a Croácia, anunciou que o meio-campista Niko Kranjčar está fora da Copa do Mundo. O jogador do Queens Park Rangers sofreu uma lesão muscular na coxa durante os playoffs da Segunda Divisão do Campeonato Inglês e ficará entre quatro e seis semanas longe dos gramados.

Este já é o quarto jogador com qual o treinador Niko Kovac não poderá contar no Mundial. O meia do Hamburgo Ivo Iličević e o zagueiro Ivan Strinić foram cortados por lesões. E o zagueiro Josip Simunic foi suspenso pela Fifa por entoar cânticos nazistas após a classificação croata à Copa.

Já a seleção de Camarões, terceira adversária do Brasil, pode perder Pierre Webó, do Fenerbahçe, para o Mundial. O atacante machucou o ombro esquerdo após marcar um dos gols da vitória camaronesa, por 2 a 0, contra a Macedônia, de meia-bicicleta e foi direto para o hospital. Porém, segundo o site camfoot.com, Webó treinou normalmente com os colegas na tarde desta terça-feira.

Leia mais