1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

De virada, França faz 3 a 1 na Espanha e agora pega o Brasil

Favoritos ao título pelo que mostraram na primeira fase, espanhóis mantêm-se como fregueses e permitem aos rivais reeditarem a final da Copa de 1998 contra o Brasil.

default

Zidane comemora gol que fechou o placar

Aproveitando o pouco que criou no jogo, a França venceu a Espanha de virada por 3 a 1 nesta terça-feira (27/6), em Hannover, manteve a rival como freguesa e agora irá enfrentar o Brasil, no sábado, às 21 horas (16h de Brasília), nas quartas-de-final da Copa do Mundo.

O duelo de campeões mundiais reedita a final de 1998, quando franceses fizeram 3 a 0 nos brasileiros em Paris. Também nesta terça o Brasil bateu Gana por 3 a 0 em Dortmund, em um jogo "burocrático".

A vitória da França sobre os espanhóis chegou a surpreender, uma vez que a equipe comandada por Luís Aragonés foi uma das sensações da primeira fase com placares elásticos e um futebol ofensivo e eficiente.

França e Espanha jamais haviam se enfrentado em Mundiais, mas o time do hoje capitão Zidane fez 2 a 0 no adversário na final da Eurocopa de 1984 e o eliminou nas quartas-de-final do mesmo torneio em 2000, com um placar de 2 a 1.

Em Hannover, o que se viu desde o começo foi a velocidade do jovem time espanhol contra a experiência francesa que entrou em campo com cinco atletas no meio de campo e Henry isolado no ataque.

Villa, aos 27 minutos do primeiro tempo, abriu o marcador ao bater pênalti sofrido pelo beque Ibañez. A Espanha continuava mandando na partida com um bom toque de bola, mas aos 41 minutos Ribery tabelou com Vieira, invadiu a área, driblou Casillas e empatou o jogo.

A segunda etapa foi marcada pela disposição das equipes em lutar pela bola no meio de campo, e ambas mostravam-se temerosas por levar contra-ataques. Até que aos 38 minutos Henry foi lançado, simulou ter levado uma cotovelada de Puyol e teve falta a seu favor na intermediária.

Zidane levantou a bola na área, Xabi Alonso cabeceou-a para trás e Vieira, livre, emendou para o gol virando o placar. Zidane ainda faria o terceiro nos acréscimos ao invadir a área com a bola dominada, driblar Puyol e deslocar Casillas.

ESPANHA 1 x 3 FRANÇA

Espanha
Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Pablo e Pernía; Xavi (Senna), Xabi Alonso, Fabregas e Raul (Luis Garcia); Fernando Torres e David Villa (Joaquin)
Técnico: Luis Aragonés


França
Barthez; Sagnol, Gallas, Thuram e Abidal; Makelele, Vieira, Malouda (Govou), Zidane e Ribéry; Henry (Wiltord)
Técnico: Raymond Domenech

Data: 27/06/2006 (terça-feira)

Local: Estádio da Copa em Hannover
Árbitro: Roberto Rosetti (Itália)
Auxiliares: Cristiano Copelli e Alessandro Stagnoli (ambos italianos)

Cartões amarelos: Puyol (E); Vieira, Ribery, Zidane (F)

Gols: Villa (E), aos 27min, Ribéry (F), aos 41min do primeiro tempo; Vieira (F), aos 38min, Zidane (F), aos 47min do segundo tempo

Leia mais