1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

De vilão a destaque da rodada

Atacante do Borussia Dortmund cala os críticos com dois gols em cinco minutos. Róbson Ponte entre o pódio e a palmatória.

default

Amoroso sorri de novo

Depois de sair de campo no intervalo da última partida com péssimo desempenho – a ponto de a crônica esportiva alemã insinuar boicote do jogador a seu time –, o atacante Márcio Amoroso deu, na 16ª rodada da Bundesliga, a melhor resposta que poderia.

Mas o artilheiro da temporada passada teve de amargar primeiro, mais uma vez, longo tempo no banco de reservas, antes de entrar em campo aos 15 minutos da segunda etapa. Trinta minutos foram suficientes para ele desempatar e garantir a vitória do Borussia Dortmund por 3 a 1.

"Foi a cartada perfeita. Ativo como há muito tempo não se via. Entrou ligadão no jogo e liqüidou o Kaiserslautern quase sozinho", avaliou a revista Kicker ao escolhê-lo o melhor da partida e da rodada. A principal publicação esportiva da Alemanha notou, porém, que o Amoroso deste fim de semana era outro.

"Antigamente ele teria arrancado sua camisa e corrido para sambar na bandeirinha de córner com seus colegas, como se fosse Carnaval. No entanto, a alegria de dançar desapareceu de Amoroso nos últimos meses. Contido, quase frio, com um rápido abraço no treinador, assim reagiu o atacante em seus dois gols. Amoroso está segurando suas emoções. Está calado. Deixou os gols falar por ele. E todos entenderam: o artilheiro do Borussia está de volta", analisou a Kicker.

No primeiro gol, chamou a atenção ainda o fato de seus colegas de equipe terem corrido para abraçar o também brasileiro Evanílson, que fez o cruzamento para Amoroso balançar a rede. Terá sido uma prova da discriminação que o goleador alegou, em entrevista à DW-WORLD, sofrer no momento no time? Quando percebeu que comemorava sozinho, Amoroso buscou unir-se aos demais.

O técnico Matthias Sammer ficou satisfeito. "Seu comportamento nos treinos já vinha mudando e agora esteve radiante em campo. Deu para se ver dinamismo e engajamento. Estou irritado por não termos conseguido colocá-lo em forma antes."

Róbson e Aílton – Amoroso foi uma estrela solitária dentre os brasileiros da Bundesliga na 16ª rodada. Nenhum outro teve desempenho além de mediano, apesar de Róbson Ponte ter feito o primeiro gol do Wolfsburg no empate de 2 a 2 com o Hertha Berlim. O paulista poderia ter saído de campo como herói de uma possível vitória, caso não tivesse desperdiçado uma chance com o gol vazio. Ao receber um cruzamento, escorou a bola por cima do travessão.

Artilheiro da temporada, Aílton não marcou neste fim de semana, mas fez metade do gol do Werder Bremen contra o Schalke (1x1). Ao receber a bola num contra-ataque aos 4 minutos de jogo, correu para a lateral, puxando a marcação. E, sem egoísmo, enfiou a bola com precisão no meio para Daun abrir o placar em Gelsenkirchen.

Mas os concorrentes de Aílton também não mostraram serviço e assim o brasileiro lidera a artilharia com 12 gols, contra dez do conterrâneo Élber (Bayern de Munique) e do espanhol Christiansen (Bochum) e nove do teuto-carioca Kuranyi (Stuttgart) e do macedônio Ciric (Nürnberg). Éwerthon (Borussia Dortmund) possui oito gols. Artilheiro da temporada passada, mas sem jogar sequer uma partida por inteiro no atual campeonato, Amoroso soma apenas três.

Leia mais