Daimler planeja scooter com motor elétrico | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 06.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Daimler planeja scooter com motor elétrico

Montadora alemã estuda opções com motor elétrico para diferentes tipos de veículos e segmentos de mercado.

default

Ideia é preencher lacunas nos segmentos de mercado

O presidente do consórcio alemão Daimler, Dieter Zetsche, antecipou no final de semana que a montadora alemã "apresentará em breve uma e-scooter", ou seja, a versão elétrica de minimoto.

Enquanto muitos fãs da Daimler podem se perguntar por que a companhia pretende adicionar e-scooters à sua carteira de produtos dominada por carros de luxo e caminhões, especialistas em mercado de automóveis não se surpreenderam com a notícia.

Deutschland Autoindustrie IAA Smart E-drive Bildgalerie 8

Montadora trabalha versão elétrica também do Smart

O especialista em veículos da IHS Global Insight, Christoph Stürmer, de Frankfurt, disse à Deutsche Welle que "é para impulsionar a indústria automobilística", acrescentando ainda que "um elemento fundamental desta estratégia é a construção de veículos próprios, como as e-scooters, para segmentos de mercado específicos, como viagens de curta distância nas áreas urbanas". A montadora pretende preencher todos estes segmentos, explicou.

Esforço global

A porta-voz da Daimler, Eva Wiese, rebateu as especulações de que a montadora possa entregar o desenvolvimento da nova minimoto ao seu parceiro chinês de veículos elétricos, BYD. "Vamos desenvolver a scooter elétrica nós mesmos, utilizando os componentes, é claro, de nossa rede global de fornecedores", disse Wiese à Deutsche Welle. "Vai ser um produto global, tal como todos os nossos produtos".

Embora a fabricação de veículos de duas rodas não seja a competência principal da Daimler, deve-se lembrar que ao co-fundador da empresa, Gottlieb Daimler, é creditada a invenção, em 1885, da primeira moto movida a gasolina. Era basicamente um motor de quatro tempos montado sobre uma bicicleta de madeira.

BMW e Peugeot avançam

Muita coisa aconteceu no desenvolvimento da motocicleta desde então. Mais recentemente, na área de sistemas de alimentação elétrica, como mostram os avanços das concorrentes BMW e Peugeot.

Ecartec-Messe zur Elektromobilität Flash-Galerie

Veículo para pequenas distâncias na cidade

No início dos anos 2000, a BMW lançou a C1, uma scooter fechada com características inovadoras para proteger o piloto em caso de acidente.

No ano passado, a empresa alemã apresentou uma versão elétrica da scooter para um projeto europeu sobre segurança de motos. O motor é alimentado por uma bateria de lítio com potência e autonomia específicos para o tráfego urbano.

A montadora francesa Peugeot, que produziu em massa a sua primeira e-scooter há 15 anos, lançou outra, a E-Vivacity. Também equipado com bateria de íon de lítio, cujo motor tem autonomia de até 100 quilômetros.

"É um passo lógico para a Daimler construir uma scooter", reiterou Stürmer. "A empresa está desenvolvendo uma versão elétrica de seu carro urbano Smart e modelos híbridos de seus sedans para longas distâncias. E agora planeja um veículo leve para viagens curtas na cidade. Está preenchendo todas as lacunas".

Autor: John Blau (rbc)

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais