1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

DAAD: estrangeiros formados na Alemanha devem ficar no país

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico quer permitir que estudantes estrangeiros trabalhem na Alemanha depois de concluírem o curso.

default

Estudantes na universidade de Frankfurt


O DAAD, Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, quer acabar com as restrições, para que estudantes estrangeiros continuem na Alemanha após a conclusão do curso.

O secretário-geral do DAAD, Christian Bode, declarou à Deutsche Welle ser um absurdo que os estudantes que ganham bolsa de estudos da instituição para estudar na Alemanha, sejam obrigados a deixar o país, sem ter a oportunidade de trabalhar depois do estudo. "Acredito que muitos estudantes querem trabalhar e continuar desenvolvendo projetos de pesquisa no país, por isso, os interessados deveriam ser convidados a ficar mais tempo", argumenta.

A favor da internacionalização do ensino, Bode cita ainda jovens talentos de Marrocos, Turquia e Síria, que possuem grande capacidade de aprendizado e, muitas vezes, apresentam resultados superiores aos dos estudantes alemães.

Brasileiros na Alemanha

Segundo a coordenadora de programas especiais e para ex-bolsistas do DAAD no Brasil, Rebeca de Saules Mendonça, cerca de 1500 estudantes brasileiros estão inscritos nas universidades alemãs. Ela afirma que o número de brasileiros cadastrados tem aumentado pouco nos últimos anos. Os cursos mais procurados pelos brasileiros são os de ciências naturais e engenharia, seguidos de letras, ciências sociais e medicina.

Student Abushev Uni Eichstätt

Kavus Abushev é um dos 100 estudantes de 58 países, matriculados na Universidade Católica de Eichstätt

O objetivo do DAAD é promover intercâmbios internacionais entre as instituições de ensino superior da Alemanha e do exterior, oferecendo programas de bolsas de estudo e de apoio a pesquisa para estudantes de graduação e pós-graduação, professores e pesquisadores universitários.

Fundado em 1925, o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, com sede em Bonn, subsidia anualmente cerca de 40 mil alemães e 27 mil estrangeiros através de pelo menos 200 programas de bolsas.

Visto de estudante

Para se matricular numa universidade alemã, é necessário pedir o visto de estudante ao Consulado Alemão. O visto deve ser requerido com antecedência, pois demora entre um e dois meses para ser liberado. Os documentos necessários para o pedido do visto são carta de aceitação da universidade ( Zulassungsbrief), comprovante de como financiará a estada na Alemanha, passaporte válido e duas fotos 5x7.

Leia mais

Links externos