Düsseldorf será palco do Festival Eurovisão da Canção em 2011 | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 14.10.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Düsseldorf será palco do Festival Eurovisão da Canção em 2011

Cidade desbancou Berlim graças à capacidade de seu estádio e agora se prepara para abrigar uma das maiores competições musicais do mundo.

default

Lena Meyer-Landrut foi a vencedora da edição 2010

Em sete meses, a cidade de Düsseldorf, no oeste alemão, irá receber o Festival Eurovisão da Canção, o maior concurso de música do mundo. Segundo as regras do evento, o país que vence a competição pode sediar, no ano seguinte, os shows do festival.

Graças ao desempenho da cantora Lena Meyer-Landrut, a Alemanha ganhou o troféu em 2010 e com isso a oportunidade de indicar uma cidade como sede para 2011. Após muitos debates, o endereço escolhido para o festival, cuja final será em 14 de maio de 2011, acabou sendo o estádio de futebol de Düsseldorf.

Dagmar Reim, diretora-geral da rede de TV estatal Berlin-Brandemburg, havia endossado a campanha a favor de Berlim e esclarece que a escolha se deu por razões financeiras. Também Hamburgo e Hannover eram candidatas.

Düsseldorf é a capital do estado da Renânia do Norte-Vestfália e seu estádio pode comportar 24 mil espectadores, enquanto Berlim, descontados os lugares para as delegações europeias, só ofereceria 8 mil. Ou seja, escolheu-se a cidade cuja receita da venda de ingressos será mais alta.

Düsseldorfer Multifunktionsarena Esprit-Arena

Estádio de Düsseldorf é multifuncional

Expectativa dos fãs

Em apenas um dia, 11 mil pessoas se registraram na internet para receber informações sobre a pré-venda das entradas para o Eurovisão. No entanto, ainda não está previsto o início da venda oficial dos ingressos. "Até o momento, não há tíquetes", afirma Martin Gartzke, da emissora estatal NDR.

Os custos da organização do evento também continuam incertos, ainda que os 25 milhões de euros gastos pela capital norueguesa, Oslo, sede do concurso em 2010, sejam uma referência concreta para a Alemanha.

Mesmo em aberto, já é sabido quem irá arcar com os valores. A rede estatal alemã ARD pagará a maior parte do montante, deixando uma fatia menor sob responsabilidade da União Europeia de Radiodifusão (EBU, do inglês).

Os preparativos e os shows manterão o estádio ocupado por seis semanas. Com isso, o Fortuna Düsseldorf, equipe de futebol da Segunda Divisão, não poderá jogar em casa.

MDA/ ots/dpa/sid
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais