Dívida pública italiana bate novo recorde | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 15.07.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Dívida pública italiana bate novo recorde

Em proporção ao tamanho da economia, Itália é o segundo país mais endividado da zona do euro, atrás apenas da Grécia. Dívida pública italiana equivale agora a 132% do PIB.

A dívida pública italiana subiu para mais de 2,2 trilhões de euros em maio, segundo números divulgados nesta terça-feira (15/07) pelo Banco Central da Itália. Trata-se de um novo recorde para o país do sul da Europa, que é o segundo mais endividado da zona do euro, atrás apenas da Grécia.

Os novos números foram divulgados no momento em que a crise provocada pela dívida grega domina a agenda política na Europa. Especialistas observam a evolução da situação na Itália com muita preocupação.

A dívida italiana representa agora 132% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. A da Grécia chega a 175%. Ambos os países estão bem distantes do objetivo de 60% determinado pela União Europeia.

As consequências de uma crise da dívida italiana seriam ainda mais desastrosas porque se trata da terceira maior economia da zona do euro.

O ministro italiano das Finanças, Pier Carlo Padoan, foi criticado por políticos da oposição por não ter sido capaz de reduzir a dívida do país – que há cinco anos atingiu o equivalente a 120% do PIB. No entanto, Padoan disse, em entrevista ao jornal italiano Il Sole24, que reformas estruturais indicam que a Itália está no "caminho do crescimento".

Como a Grécia e outros países do sul da Europa, como a França, a Itália tenta corrigir problemas estruturais na sua economia, incluindo um mercado de trabalho pouco flexível, altos benefícios sociais e setor público inchado.

MP/dw/ap

Leia mais