1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Cubanos voltam a poder alugar casas e salas comerciais de imobiliárias

Após liberar comprar e venda de carros, governo de Raúl Castro autoriza cidadãos de Cuba a alugarem imóveis. Locais, porém, não poderão ser usados por imprensa e ONGs. Preços devem ser inacessíveis à maioria.

O governo de Raúl Castro anunciou nesta quarta-feira (22/01) que, pela primeira vez em mais de cinco décadas, os cubanos poderão voltar a alugar casas e imóveis comerciais através de agências imobiliárias estatais.

Desde a Revolução de 1959, apenas instituições e residentes estrangeiros tinham permissão para recorrer às imobiliárias. A mudança é mais uma na série de pequenas reformas que Raúl Castro, na presidência desde 2008, vem aplicando para lentamente abrir a ilha comunista.

Em 2011, o presidente cubano já havia tornado legal a compra e venda de casas, proibidas também durante décadas. E no início deste ano, autorizou a comercialização de carros novos e usados sem a necessidade de autorização do governo.

Kuba Taxifahrer Selbstständigkeit

No início do ano, o governo autorizou a compra e venda de carros novos e usados

A lei publicada em Diário oficial nesta quarta-feira, no entanto, lembra que não será permitido o aluguel de casas para uso como escolas estrangeiras, agências de imprensa e ONGs. Além disso, os preços dos imóveis são inicialmente inacessíveis para a maioria dos cubanos: 5 dólares mensais por metro quadrado para residências e 7 dólares para salas comerciais.

Com população de mais de 11 milhões de pessoas, Cuba tem hoje cerca de 445 mil trabalhadores privados. Eles se dedicam basicamente a atividades de serviços, o que acabou gerando uma demanda crescente por imóveis para uso comercial.

RPR/ rtr/ ap/ efe

Leia mais