1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Cuba adota o euro no turismo

Projeto-piloto em Varadero começa dia 1º de junho e pode ser ampliado para todas as regiões turísticas do país socialista.

O euro começa a circular na ilha de Fidel Castro. A partir de primeiro de junho próximo, hotéis, restaurantes, táxis e outros prestadores de serviço na área do turismo da península de Varadero, em Cuba, são obrigados a aceitar a moeda única européia como meio de pagamento.

"À exceção das ilhas pertencentes à Europa, Varadero é o único lugar no Caribe em que os turistas europeus não precisam mais trocar dinheiro", diz Jorge Chaskelmann, representante em Cuba da operadora de turismo alemã TUI.

A subsidiária da companhia aérea LTU administra três hospedarias ligadas à rede cubana de hotéis estatais. Se o projeto-piloto de Varadero der certo, o euro será introduzido em todas as regiões turísticas de Cuba.

Segundo informações do jornal alemão Süddeutsche Zeitung, a cotação do euro em relação ao dólar será fixada uma vez por mês e vale para todas as agências de câmbio. Os preços dos produtos no comércio de Varadero serão marcados nas duas moedas.

Pelo fato de a maioria dos turistas estrangeiros na região serem europeus e a União Européia ser o principal parceiro comercial de Cuba, a medida deve reduzir os custos da transferência internacional de divisas. As estatais cubanas, por sua vez, podem usar os euros do turismo para comprar mercadorias importadas, sem sofrer perdas com as taxas de câmbio.