1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Crise da construção civil alemã agravou-se em 2001

A construção civil na Alemanha enfrentou uma crise ainda mais profunda no ano passado. Em relação a 2000, o faturamento do setor caiu em 7,4%, somando 91,4 bilhões de euros, segundo informação divulgada nesta quarta-feira (27), em Berlim, pelo presidente da Federação Central Alemã da Construção Civil, Arndt Frauenrath. Os investimentos diminuíram em 5,7% e as construtoras enfrentaram uma redução de contratos da ordem de 5,5%, em relação ao ano anterior.

Na média anual de 2001, apenas 950 mil pessoas estiveram empregadas na construção civil alemã, tendo havido uma redução da mão-de-obra empregada tanto na parte ocidental do país (7%), como no Leste alemão (14%). Para o corrente ano, a Federação prevê um agravamento ainda maior da crise, mas vê indícios de que, até o final de 2002, a tendência negativa possa vir a reverter-se. Contudo, uma eventual recuperação deverá ser lenta e de pouca monta, sendo sentida inicialmente apenas na parte ocidental do país. Também no ano que vem, o setor da construção civil continuará brecando o desempenho da economia alemã em seu todo, conforme prognóstico de institutos de análise econômica.