1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Criminoso nazista é detido e acusado de crimes de guerra em Budapeste

László Csatáry, número um na lista dos nazistas mais procurados, é acusado de cumplicidade na morte de milhares de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Aos 97 anos, ele vivia tranquilamente na Hungria.

O húngaro László Csatáry, suspeito de ajudar a organizar a deportação de 15.700 judeus para Auschwitz durante a Segunda Guerra Mundial, foi detido e acusado de crimes de guerra, afirmou a promotoria pública de Budapeste em comunicado divulgado nesta quarta-feira (18/07).

Os promotores disseram ainda que Csatáry, de 97 anos, vai ser mantido em regime de prisão domiciliar e que apresenta boas condições físicas e mentais, apesar da idade avançada.

Jornal britânico 'The Sun' com a foto de Csatáry

Jornal britânico 'The Sun' com a foto de Csatáry

O número um da lista de procurados do Centro Simon Wiesenthal foi condenado à morte, à revelia, por um tribunal da antiga Tchecoslováquia em 1948, porém fugiu para o Canadá, onde, encontrado em 1995, foi obrigado a fugir novamente.

No último final de semana, o diário britânico The Sun publicou fotos de Csatáry em Budapeste, chamando a atenção para o caso.

Segundo o Centro Wiesenthal, Csatáry era chefe de polícia em Kosice, cidade da Eslováquia então pertencente à Hungria, quando os judeus húngaros começaram a ser deportados para o campo de concentração de Auschwitz, em 1941.

GMF/afp/dpa/lusa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais