Crimes ligados a extremismo de direita aumentaram em 2008 | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 27.12.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Crimes ligados a extremismo de direita aumentaram em 2008

Número de crimes de fundo extremista registrados até outubro de 2008 já ultrapassa o total registrado em todo o ano passado. Relatório indica aumento de 30%.

default

20% dos alemães admitem abertamente ter preconceitos contra estrangeiros

De acordo com um relatório divulgado neste sábado (27/12) pelo jornal Frankfurter Rundschau com base em dados recentes do Ministério alemão do Interior, foram registradas 11.928 ocorrências relacionadas à extrema direita nos dez primeiros meses de 2008 na Alemanha – um número 30% maior que as 9.206 registradas no mesmo período em 2007.

De fato, o número de crimes registrados até outubro de 2008 já ultrapassa o total registrado em todo o ano passado. Trata-se, em sua maior parte, de crimes de divulgação da ideologia extremista, que respondem por dois terços do total.

Mas também o total de ataques violentos subiu 15% para 639, enquantos ocorrências de caráter anti-semita subiram de 716 para 797.

O deputado social-democrata Sebastian Edathy, presidente da comissão de assuntos nacionais do Bundestag, apelou ao governo para que organize uma "cúpula da democracia" a fim de definir estratégias efetivas de combate ao extremismo de direita.

Preconceito contra estrangeiros

Afinal, por mais que seja provisório – dados definitivos para o ano de 2008 só serão divulgados em princípios de 2009 –, o relatório dá uma idéia clara da gravidade do problema.

Recentemente, uma pesquisa empreendida pela Fundação Friedrich Ebert concluiu que 20% dos alemães admitem abertamente ter preconceitos contra estrangeiros. Na ex-Alemanha Oriental, onde havia muito menos contato com estrangeiros, a proporção de preconceituosos chega a uma em cada três pessoas.

Leia mais