1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Críticas à gestão de licenças de UMTS pelos países da UE

A gestão das licenças de telefonia móvel de terceira geração (UMTS) pelos países europeus é criticada cada vez mais abertamente pelos industriais e especialistas do setor europeu das telecomunicações. Segundo o presidente do grupo espanhol Telefónica, César Alierta, os governos pediram pelas licenças de UMTS um montante equivalente a duas vezes o volume de negócios do setor no ano 2000. O alto nível de endividamento para a aquisição das licenças e o pessimismo, daí decorrente, nos mercados de capitais, geraram um momento crítico para o setor europeu das telecomunicações, sublinhou Alierta.

Apesar da crise atual, o presidente da Federação alemã de Telecomunicações e Mídia (BITKOM) pronunciou-se recentemente contra a possibilidade de revenda das licenças de UMTS. Em dezembro passado, a União Européia criou um novo regulamento comum para todos os países membros, visando uniformizar a gestão de tais tipos de licença. A nova base legal criada pela UE prevê a possibilidade de revenda das licenças adquiridas em hasta pública, o que era vedado até agora pelas legislações nacionais.