1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Corte chinesa condena Gu Kailai à morte, mas suspende pena

Esposa de ex-líder do Partido Comunista e outras cinco pessoas são condenadas pela morte do empresário britânico Neil Heywood. Execução poderá ser alterada para prisão por um longo período se houver bom comportamento.

China's former Chongqing Municipality Communist Party Secretary Bo Xilai (R) and his wife Gu Kailai stand at a mourning held for his father Bo Yibo, former vice-chairman of the Central Advisory Commission of the Communist Party of China, in Beijing in this January 17, 2007 file photo. China holds its most sensational trial this week since convicting the Gang of Four over 30 years ago, putting Gu Kailai, the wife of deposed leader Bo Xilai, in the dock for murder. Legal experts and activists expect her to receive the kind of rapid guilty verdict handed down in almost all Chinese criminal trials - the kind Gu once compared favourably to the United States where she felt the guilty risked going free on legal technicalities. Picture taken January 17, 2007. REUTERS/Stringer/Files (CHINA - Tags: CRIME LAW POLITICS) CHINA OUT. NO COMMERCIAL OR EDITORIAL SALES IN CHINA

Gu Kailai

A chinesa Gu Kailai, esposa do ex-líder do Partido Comunista Bo Xilai, foi condenada nesta segunda-feira (20/08), em Hefei, à pena de morte suspensa pelo homicídio, em novembro passado, de um empresário britânico.

A condenação à pena de morte suspensa permite trocar a execução pela prisão – normalmente perpétua – caso seja revelado bom comportamento durante um período determinado. Segundo a lei, uma pena de morte por assassinato pode ser trocada por no mínimo 20 anos de cadeia, mas já houve sentenças menores.

De acordo com a imprensa oficial chinesa, Gu Kailai, de 53 anos, confessou durante o julgamento de apenas um dia ter envenenado o empresário britânico Neil Heywood.

Um porta-voz do tribunal de Hefei não disse quanto tempo Gu Kailai ficará em observação até ter a pena alterada. Ele divulgou que problemas psicológicos da esposa de Bo Xilai e a alegação de que Heywood teria ameaçado o filho do casal são as causas da suspensão da sentença de morte.

Além da condenação de Gu Kailai, Zhang Xiaojun, que trabalhava para a família de Bo Xilai, foi condenado a nove anos de prisão por ajudar a envenenar o britânico.

Quatro policiais chineses foram condenados por tentativa de encobrimento da morte do empresário, tentando fazer com que parecesse acidental, disse o porta-voz. A tentativa de proteger Gu Kailai rendeu a eles penas de até 11 anos de prisão.

Bo Xilai, marido de Gu Kailai, havia sido cotado para entrar no grupo de elite do partido que governa a China e também estava à frente do partido chinês na cidade de Chongqing. Embora as autoridades chinesas não relacionem a decisão com o caso que envolve a sua mulher, ele foi destituído de seu cargo em março por alegação de irregularidades.

GMF/afp/lusa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais