1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ásia

Coreia do Norte rejeita culpa por ciberataque mundial

País asiático nega envolvimento no ciberataque que atingiu centenas de milhares de computadores em 150 países e chama acusações de "ridículas" e "típicas dos EUA".

Usuário de internet digita em laptop diante de tela de outro computador

Autores do ataque com vírus WannaCry pedem pagamento de resgate para restaurar o acesso aos dados das vítimas

A Coreia del Norte negou nesta sexta-feira (19/05) qualquer responsabilidade pelo ciberataque que paralisou centenas de milhares de computadores em todo o mundo há uma semana. Em Nova York, o embaixador suplente da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim In-ryong, qualificou de ridículas as acusações contra seu país. "É algo típico dos Estados Unidos lançar uma ruidosa campanha anticoreana sempre que algo estranho acontece", reclamou.

O ataque com o vírus WannaCry afetou pelo menos centenas de milhares de organizações e usuários particulares em 150 países. O vírus criptografou os dados armazenados nos computadores infectados e exigia o pagamento de um resgate para restaurar o acesso.

Dias depois do ataque, especialistas afirmaram que algumas pistas digitais apontam para hackers ligados à Coreia do Norte como potenciais suspeitos do ciberataque. As empresas de segurança digital Symantec e Kaspersky Lab afirmaram que o WannaCry utilizou um trecho de código que fora usado em ataques atribuídos à Coreia do Norte.

MD/dpa/rtr

Leia mais