1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Coreia do Norte anuncia fechamento temporário de complexo industrial

Governo norte-coreano diz que vai retirar todos os trabalhadores do país da zona industrial de Kaesong, operada em conjunto com a Coreia do Sul, e avaliar se mantém a planta funcionando.

A Coreia do Norte declarou nesta segunda-feira (08/04) que vai retirar todos os seus 53 mil trabalhadores do complexo industrial de Kaesong, localizado em seu território, a cerca de 10 quilômetros da fronteira com a Coreia do Sul, e operado conjuntamente pelos dois países.

Kim Yang-Gon, um alto funcionário do governo norte-coreano, disse ainda que o país vai suspender as operações na zona industrial e "examinar a questão se vai permitir a sua existência ou fechá-la". Segundo ele, "a evolução da situação vai depender totalmente da atitude das autoridades sul-coreanas".

Desde quinta-feira passada, a Coreia do Norte bloqueia o acesso de sul-coreanos que trabalham no local. Cerca de 300 sul-coreanos que estavam do outro lado no início do bloqueio retornaram ao seu país, mas em torno de 500 permanecem na planta industrial.

China quer a paz na península

A China declarou nesta segunda-feira que deseja a paz e não a guerra na península coreana, em referência à crescente tensão causada pelas ameaças e provocações feitas pela Coreia do Norte.

Uma solução adequada para a questão nuclear norte-coreana é responsabilidade de todas as partes envolvidas, declarou um porta-voz do Ministério do Exterior da China.

Coreia do Sul nega teste nuclear

Já o Ministério da Defesa da Coreia do Sul negou relatos de que um novo teste nuclear por parte da Coreia do Norte seja iminente, afirmando que a movimentação em torno das instalações nucleares do país vizinho eram rotineiras.

A declaração contradiz comentários anteriores feitos por um alto funcionário do governo sul-coreano e publicados pelo jornal JoongAng Ilbo, de que a movimentação nas instalações nucleares norte-coreanas era semelhante à observada antes do último teste nuclear, em fevereiro passado.

O Ministro da Unificação da Coreia do Sul declarou ao mesmo jornal que a movimentação indicavam que os norte-coreanos estariam preparando um novo teste nuclear.

AS/rtr/afp/lusa
Revisão: Francis França