1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Coreia do Norte adota fuso horário próprio

O governo norte-coreano anunciou que atrasará os relógios em meia-hora para comemorar os 70 anos do fim da ocupação japonesa. O novo fuso horário será conhecido como "Hora de Pyongyang", de acordo com a agência oficial.

O governo da Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira (07/08) que irá adotar um fuso horário próprio, com trinta minutos de atraso em relação ao atual, informou a agência de notícias oficial do país KCNA.

Batizado de "Hora de Pyongyang", o novo horário ficará 8 horas e 30 minutos à frente do meridiano de Greenwich (GMT +8:30), meia-hora atrás do fuso sul-coreano.

A mudança entrará em vigor em 15 de agosto e marcará os 70 anos do fim da ocupação japonesa na península da Coreia. O Império Japonês, que dominou ambas as Coreias de 1910 a 1945, foi expulso da região com a derrota na Segunda Guerra Mundial.

"Os traiçoeiros japoneses cometeram uma diversidade de crimes imperdoáveis, chegando até mesmo a privar a Coreia do seu fuso horário enquanto violavam impiedosamente os direitos do país", publicou a KCNA.

Antes da ocupação, o fuso horário coreano era de fato GMT +8:30. Em 1912, contudo, os japoneses adiantaram os relógios coreanos para GMT +9:00, hora padrão do Japão.

A KCNA ainda declarou que a mudança refleta "a fé inabalável e a vontade dos funcionários públicos e cidadãos no 70º aniversário da desocupação coreana".

O ministério da Unificação da Coreia do Sul, que lida com assuntos relacionados à irmã do norte, disse que o novo fuso horário pode gerar uma série de desafios, incluindo as operações no complexo industrial de Kaesong – localizado dentro da Coreia do Norte, mas administrado pelos dois governos.

"Num curto prazo, podemos ter problemas ao entrar e sair de Kaesong", disse nesta sexta-feira (07/08) Jeong Joon-Hee, porta-voz do ministério.

"Já no longo prazo, é possível que haja dificuldades nos esforços de unificar os padrões e reduzir as diferenças entre os dois países", completou.

Em 1954, a Coreia do Sul já havia retomado o fuso horário original em resposta ao fim do domínio japonês, mas voltou atrás em 1961 com o golpe militar que colocou o general Park Chung-Hee no poder.

Park acreditava que Coreia do Sul e Japão, principais aliados dos Estados Unidos na região, deviam operar no mesmo fuso horário de forma a otimizar as operações conjuntas.

FCA/rtr/afp/dpa

Leia mais