1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Contusões de Zé Roberto criam polêmica entre Bayern e Bayer

Desde que foi transferido do Bayer Leverkusen para o Bayern de Munique, no início da temporada 2002/2003, o meia brasileiro tem sofrido seguidas contusões.

default

Zé Roberto com a camisa branca do Bayern, na partida contra o Partizan Belgrado

"Zé Roberto jogou praticamente o ano inteiro tomando anti-inflamatórios e remédios para aliviar a dor", afirmou Hitzfeld numa entrevista a um jornal sensacionalista de Munique ( Abendblatt), no final do mês de agosto.

O fisioterapeuta do Bayer Leverkusen, Dieter Trzolek, rebateu a acusação, dizendo que é pura mentira. Zé Roberto não teria tomado um só comprimido e não há nenhum jogador do Bayer que seja obrigado a tomar remédios ou injeções para jogar.

9,5 milhões de euros – Zé Roberto, que foi um dos destaques do Bayer Leverkusen na última temporada passada (o time conquistou o vice-campeonato), foi comprado pelo Bayern de Munique por 9,5 milhões de dólares. Ele veio compensar a saída de um outro brasileiro, Paulo Sérgio, cujo contrato encerrou e não foi mais prorrogado pelo Bayern.

Mas, desde que chegou a Munique, os problemas de contusões de Zé Roberto não tiveram fim. Ele jogou as três primeiras partidas do Campeonato Alemão, assim como o jogo de volta contra o Partizan Belgrado, na qualificação para a Liga dos Campeões. No jogo de ida, ficou no banco e entrou apenas na metade do segundo tempo.

O meia brasileiro está sofrendo uma inflamação dos adutores (região interna das coxas) e foi submetido a um intenso trabalho de fisioterapia. Na quarta-feira (04/09), voltou a correr em campo. Sua volta ao time está prevista para o dia 10 de setembro, no clássico de Munique entre o Bayern e o Munique 1860.

Maratona de jogos – O diretor de futebol do Bayer Leverkusen, Reiner Calmund, admitiu que a maratona de jogos da sua equipe na temporada passada possa ter prejudicado as condições físicas de Zé Roberto. O Bayer tem um elenco reduzido e tanto Zé Roberto quanto o meia alemão Michael Ballack, também comprado pelo Bayern de Munique, atuaram na maioria das partidas.

Na temporada 2001/2002, o Bayer disputou além do Campeonato Alemão, paralelamente mais duas competições: a Copa Alemanha e a Liga dos Campeões. Em todos as três disputou a final, perdendo todas elas. Ou seja, conquistou três vice-campeonatos e acabou a temporada sem nenhum título.