1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Contra eliminado Camarões, Brasil tem chance de vencer desconfiança

Jogadores e comissão técnica admitem que time rende menos que o esperado e que adversários já conhecem esquema de Felipão. Duelo contra rival repleto de problemas pode confirmar classificação e voltar a empolgar torcida.

default

Após os dois gols contra a Croácia, Neymar passou em branco na partida contra o México

Nem jogadores nem comissão técnica escondiam o objetivo: garantir a classificação às oitavas de final já no jogo contra o México. Mas a missão parou nas mãos do goleiro Guillermo Ochoa, e agora a seleção brasileira vai para a última partida da primeira fase com quatro jogadores pendurados – entre eles Neymar – e tendo que pelo menos empatar para avançar sem depender de outro resultado. Algo que ninguém queria, mesmo o adversário sendo o eliminado Camarões, freguês de longa data.

Mais do que garantir a classificação, na partida desta segunda-feira (23/06), em Brasília, a Seleção terá que mostrar ainda ser capaz de surpreender os adversários e voltar a empolgar a torcida. Com o mesmo esquema desde a Copa das Confederações, o time de Felipão teve dificuldades nos dois primeiros jogos: o trio ofensivo, as subidas dos laterais e as trocas de posição entre Paulinho e Oscar parecem não ser mais novidade.

"As seleções estudaram a gente. Ficou tudo mais difícil", admitiu o lateral-esquerdo Marcelo, após o empate em 0 a 0 com o México.

WM 2014 Gruppe A 2. Spieltag Kamerun Kroatien

Camarões enfrentam desfalques e problemas internos

Contra Camarões – a centésima partida do Brasil em Copas –, se houver mudanças, elas deverão ser somente de ordem tática. Com a volta de Hulk, que ficou de fora contra o México por lesão, a tendência é que Felipão escale, como na estreia, o mesmo time que conquistou a Copa das Confederações.

"Era melhor já chegar classificado. E isso muda um pouco o que a gente tinha pensado. O Felipão poderia fazer algumas mudanças se a gente já tivesse a vaga. O jogo é decisivo. Mas tenho certeza que vamos fazer contra Camarões o melhor jogo da Seleção na primeira fase", afirmou Carlos Alberto Parreira, em entrevista à TV Globo.

O coordenador técnico diz que todos dentro da Seleção reconhecem que o time do Mundial "ainda está um pouco longe" do que conquistou a Copa das Confederações. E a chave para alcançar o nível de um ano atrás, segundo ele, passa pelo bom funcionamento do meio-campo.

"O importante é dar confiança a esses jogadores. A gente espera que o meio de campo volte a jogar naquele nível", afirmou.

Com quatro pontos, o Brasil lidera o Grupo A. Se perder, terá que torcer para que haja um vencedor na partida entre México (quatro pontos ) e Croácia (três pontos) e ficar de olho no saldo de gols, primeiro critério de desempate. Se empatar, garante a classificação, mas com o risco de ser apenas o segundo da chave.

Brasilianische Fußballstars (Bildergalerie)

Em 1994, na campanha do Tetra, o Brasil fez 3 a 0 em Camarões. Romário marcou um dos gols

Com duas derrotas no torneio, Camarões está eliminado e, como se não bastasse, vive péssimo clima interno. Antes da Copa, os jogadores ameaçaram fazer greve por divergências sobre a premiação. E contra o México, o time perdeu seu capitão, Samuel Eto'o, contundido. Ele é dúvida para partida desta segunda-feira.

Para piorar, Camarões teve contra a Croácia o experiente volante Alex Song expulso e viu o lateral-esquerdo Benoit Assou-Ekotto e o atacante Benjamin Moukandjo trocarem agressões em campo. Ambos não devem jogar nesta segunda-feira. Mesmo assim, o time promete fazer jogo duro com o Brasil.

"Quero apresentar uma nova face desta equipe. Antes de mais nada, jogarão 11 contra 11, e vamos nos preparar para enfrentar o Brasil de forma muito séria", disse o técnico Volker Finke.

Prováveis escalações

Brasil: Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Camarões: Itandje; Nyom, Matip, Nkoulou e Bédimo; Enoh, Nguémo e Mbia; Choupo-Moting, Moukandjo e Aboubakar. Técnico: Volker Finke.

Local

Estádio Nacional, Brasília

Arbitragem

Jonas Eriksson (Suécia), auxiliado por seus compatriotas Mathias Klasenius e Daniel Warnmark.

Destaques

Brasil

Neymar: Após a boa estreia contra a Croácia, com dois gols, o atacante passou em branco na partida contra o México. É nele que estão as esperanças de desequilibrar num time que vem se mostrando burocrático nesta Copa do Mundo.

Camarões

Stéphane Mbia: Num time esfacelado, ele é o nome mais experiente no meio-campo. Com passagens pelo futebol francês, hoje ele defende o Sevilla, da Espanha. Tem 28 anos e fará sua partida de número 50 com a camisa de Camarões.

Retrospecto

As duas seleções já se enfrentaram quatro vezes, e o Brasil ganhou três confrontos e perdeu um. No total, foram sete gols para os brasileiros, e apenas um para os camaroneses. Em 1994, disputaram a única partida em Copas, com vitória brasileira por 3 a 0, também na fase de grupos. Os gols foram marcados por Romário, Márcio Santos e Bebeto.

Último confronto

Foi pela Copa das Confederações de 2003, em Paris. Camarões venceu por 1 a 0, com gol de Samuel Eto'o.

Leia mais