1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Contos dos irmãos Grimm declarados Patrimônio Mundial

A Unesco incorporou contos e comentários publicados pelos Irmãos Grimm entre 1812 e 1857 ao registro Memória do Mundo, uma iniciativa destinada a preservar documentos e obras que marcaram a História da humanidade.

default

João e Maria na sala vip da cultura universal

Novidade fabulosa: Chapeuzinho Vermelho, João e Maria, Cinderela e Bela Adormecida passaram a fazer parte da "nobreza" da cultura universal. Na terça-feira (21/06), os contos dos irmãos Grimm foram decretados Patrimônio da Humanidade dentro do programa Memória do Mundo da Unesco, o braço cultural das Nações Unidas.

Contos traduzidos para 160 línguas

Segundo a comissão alemã da organização, "os contos de Grimm são as mais conhecidas e internacionalmente divulgadas obras da história cultural alemã" ao lado da Bíblia de Luther. Além do mais, as obras teriam integrado a primeira compilação sistemática e a primeira documentação científica da tradição européia de contos e lendas populares.

Kassel: Denkmal der Brüder Grimm

Estátua dos irmãos Grimm em Kassel

Para a Sociedade Irmãos Grimm, o fato de o trabalho dos irmãos linguistas Jacob (1785-1863) e Wilhelm Grimm (1786-1859) ser reconhecido até hoje deve-se a seu caráter universal. Apesar de ser vista como algo tipicamente alemão, a coleção transcenderia "o mundo referencial alemão e europeu".

O duradouro sucesso também se deveria, segundo a sociedade, à qualidade linguística dos textos. Especialmente Wilhelm Grimm teria emprestado um tom narrativo super estilizado, tipicamente romântico às fábulas. Afinal, seus contos foram traduzidos para cerca de 160 línguas. Quem não conhece as fórmulas "Era uma vez…" ou "E eles viveram felizes para sempre"?

Primeiras edições comentadas

No total, foram incorporados ao patrimônio mundial 14 volumes de fábulas e dois volumes de comentários redigidos entre os anos de 1812 e 1857. Tratam-se de primeiras edições contendo anotações, avaliações e complementos pessoais dos autores.

Schneewittchen

Branca de Neve e os sete anões, popularizados pela Walt Disney

Os manuscritos fazem parte do acervo mantido pelo Museu dos Irmãos Grimm da cidade de Kassel, onde eles viveram e trabalharam por mais de 30 anos, fase que é considerada a mais fértil de suas carreiras. O museu, que herdou as obras diretamente da família Grimm, possui a maior coleção de obras dos autores na Alemanha, com mais de 35 mil volumes.

Cartas e manuscritos de Brahms

Desde 1997, a Unesco organiza o registro Memória do Mundo a fim de destacar a importância e assegurar a preservação de documentos e grandes obras que marcaram a História da humanidade. Desde sua criação, o registro já contém cerca de 120 itens.

Neste ano, foram acrescidos 29 itens e coleções de 24 países na lista. Além das fábulas dos irmãos Grimm, foram incorporados ao registro obras de Johannes Brahms (1833-1897), entre elas manuscritos, cartas, fotografias e livros do compositor austríaco.

Amerika erstmals auf einem Globus

O primeiro mapa a designar o novo continente (visto à direita) por América em 1507

Outro item acrescido à lista foi o mapa de Waldseemüller, uma sugestão conjunta da Alemanha e dos Estados Unidos. Desenhado em 1507, o mapa foi o primeiro no qual se usou o termo América para designar o novo continente. Seu original permaneceu na Alemanha até 2003, quando foi transferido para a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos em Washington.

Leia mais