1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Construção civil terá primeira greve geral desde 1949

Após fracasso das negociações salariais, sindicato inicia preparativos para votação primária sobre uma greve de âmbito nacional, a primeira da história da República Federal da Alemanha.

default

Sindicato quer guindastes parados em todo o país

A primeira greve de âmbito nacional na construção civil desde a criação da República Federal da Alemanha, em 1949, poderá realizar-se já em meados de junho. Empregadores e sindicatos não conseguiram chegar a um consenso sobre o pagamento dos 950 mil trabalhadores do setor. Após uma rodada de mais de 20 horas sob a mediação do político democrata-cristão Heiner Geissler, declararam neste sábado (01) o fracasso das negociações salariais, que se estenderam ao todo por mais de 100 horas.

O sindicato IG Bau já iniciou os preparativos para uma votação primária entre seus filiados e conta com uma decisão a favor da greve, que poderá começar em duas semanas. Com paralisações de advertência, é preciso contar "desde já", segundo um porta-voz do sindicato.

O IG Bau tinha entrado com uma reivindicação de aumentos salariais de 4,5% e redução da jornada semanal de 39 para 37 horas. A última oferta dos empregadores – aumento de 3% a partir de setembro e mais 2,1% a partir de março de 2003 – foi considerada insuficiente. Intransponível, porém, foi a divergência em relação ao salário mínimo para os trabalhadores no leste do país, justamente a região em que a crise do setor é mais acentuada.

Os empregadores consideram "absolutamente incompreensível" que os sindicatos queiram uma greve logo agora, quando o setor da construção civil atravessa a pior crise de sua história.