Conselho de Judeus exige cancelamento de peça de R.W. Fassbinder | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 23.09.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Conselho de Judeus exige cancelamento de peça de R.W. Fassbinder

Mais de duas décadas depois da primeira tentativa de estréia na Alemanha, peça Fassbinder volta a gerar polêmica e protestos entre a comunidade judaica alemã, que acusa o roteiro de reforçar estereótipos contra os judeus

default

Na peça, judeu rico e especulador imobiliário assassina prostituta alemã

Segundo o Conselho Central de Judeus da Alemanha, a peça teatral Der Müll, die Stadt und der Tod (O lixo, a cidade e a morte), de Rainer Werner Fassbinder, é recheada de clichês que alimentam o preconceito contra os judeus. Por isso, a organização exige que o diretor Roberto Ciulli suspenda os preparativos para a estreia. Este apela para "autonomia da arte teatral" e rebate que "não é uma peça antissemita, mas sim uma que aborda o antissemitismo".

Após assistir a um ensaio, o secretário-geral do Conselho de Judeus, Stephan Kramer, declarou que o diretor havia falhado em sua tentativa de transformar a obra num alerta contra o antissemitismo e a difusão de clichês e preconceitos contra sua comunidade. Segundo ele, em respeito aos poucos sobreviventes e aos milhões de mortos do Holocausto, dever-se-ia desistir da apresentação.

Ciulli e o dramaturgo Helmut Schäfer afirmaram que, apesar de todos os protestos, a estreia da peça está confirmada para o dia 1º de outubro. O espetáculo faz parte, junto com outras duas peças de Rainer Werner Fassbinder, de uma noite teatral em sua homenagem, com três horas de duração.

Conselho condena reprodução de clichês

O roteiro conta a história de uma prostituta alemã que tem entre seus clientes um judeu rico cuja fortuna foi construída à base de especulação imobiliária. Este a usa como objeto de vingança pelo Holocausto, pois o pai da prostituta estivera envolvido no extermínio de judeus durante o Terceiro Reich. Quando o judeu acaba assassinando-a, o caso é acobertado pela polícia corrupta. Assassinato, homossexualidade brutal, perversão sexual e psíquica são elementos do espetáculo.

Rainer Werner Fassbinder

Morto em 1982, Fassbinder é um dos principais nomes do cinema alemão

A peça nunca foi encenada na Alemanha, apesar de já ter sido exibida nos Estados Unidos, Israel, França e outras partes da Europa. Em 1985, a estreia em Frankfurt teve de ser cancelada devido a protestos: membros da sociedade judaica subiram ao palco vestidos de prisioneiros de campos de concentração, impedindo a realização do espetáculo.

Fassbinder é uma das figuras mais importantes do novo cinema alemão, e é conhecido pela polêmica de suas obras. Entre seus filmes estão O casamento de Maria Braun, As lágrimas amargas de Petra von Kant e Lili Marlene. Ele morreu em 1982, aos 37 anos, devido a uma parada cardíaca relacionada ao abuso de drogas.

FF/epd/dpa/ap
Revisão: Augusto Valente

Leia mais