1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Conjuntura mundial é a pior dos últimos 20 anos

O índice trimestral sobre a situação econômica internacional, elaborado por instituto de pesquisas de Munique é ruim, mas há expectativa de melhoras.

Os atentados terroristas de setembro nos Estados Unidos influenciaram de tal maneira a economia mundial, que a conjuntura enfrenta a pior crise das duas últimas décadas.No entanto, o instituto alemão de pesquisas econômicas Ifo, de Munique, acredita em melhoras no próximo semestre.

"Atualmente estamos numa recessão tão grave como a de 1981", diz o presidente do Ifo, Hans-Werner Sinn, referindo-se à Alemanha e à segunda crise do petróleo. Fundamentando suas afirmações, ele mencionou que o índice do clima de negócios no país caiu muito nos últimos dois meses.

Um outro indicador calculado pelo Ifo, o índice da economia mundial, teve, em outubro, a maior baixa desde que começou a ser calculado, em 1981. O índice caiu de 84,1 pontos, em julho, para 70,7 pontos, em outubro. As perspectivas já estavam pessimistas antes dos atentados de setembro, segundo Sinn.

O principal problema, na sua opinião, é a queda da demanda. Por outro lado, já despontam os primeiros sinais positivos, não só dos Estados unidos, mas também na, Noruega, Rússia, na maioria dos países do Leste e Centro da Europa e inclusive na Alemanha.

Para calcular o índice da conjuntura mundial, o instituto de Munique ouve as opiniões de economistas e institutos de pesquisa de vários países, a cada três meses. O que deve favorecer as perspectivas dos próximos meses é uma clara redução dos índices de inflação. Também os juros de curto prazo devem cair, enquanto os peritos ainda vêem chances de baixar os de longo prazo.

  • Data 03.12.2001
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1RyN
  • Data 03.12.2001
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1RyN