Conheça os pacotes conjunturais dos principais países da UE | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 13.01.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Conheça os pacotes conjunturais dos principais países da UE

Para combater a crise financeira, principais países da União Europeia anunciaram pacotes conjunturais. Em geral, programas preveem alívios tributários e incentivos a infraestrutura, educação e indústria automobilística.

default

Pacotes bilionários tentam impulsionar economias europeias

Alemanha – O governo alemão anunciou um pacote conjuntural de 50 bilhões de euros, o maior plano econômico do país desde a Segunda Guerra Mundial. O programa inclui incentivos à infraestrutura, à educação e à indústria automotiva, bem como alívios tributários. Para a infraestrutura, serão repassados entre 17 e 18 bilhões de euros a serem investidos em instituições de ensino, transporte e tecnologia de banda larga, por exemplo.

Eltern

Famílias alemãs com filhos vão receber 100 euros por criança

As famílias com filhos serão beneficiadas com 100 euros por criança. Como forma de impulsionar a indústria automobilística, será concedido um bônus de 2.500 euros a quem se desfizer de veículos com mais de nove anos para comprar outro novo que seja menos poluente. Este é o segundo pacote anunciado pelo país. Em novembro de 2008, foi anunciado um programa inicial de 31 bilhões de euros.

Reino Unido – O governo britânico quer incentivar a economia principalmente através da redução de impostos. Durante 13 meses, o IVA (Imposto sobre Valor Acrescentado) passará de 17,5% para 15%. Esta medida custará ao Estado cerca de 14,7 bilhões de euros. O governo ainda vai antecipar investimentos da ordem de 3,5 bilhões de euros em infraestrutura de ruas, construção de moradias e escolas. Pequenas e médias empresas também obterão ajuda financeira. Ao todo, o pacote conjuntural britânico custará 23,6 bilhões de euros.

Além deste programa, o governo britânico lançou medidas para a criação de empregos. Segundo o primeiro-ministro, Gordon Brown, empregadores das áreas de alta tecnologia e meio ambiente poderão contar a curto prazo com o apoio do governo. Ele anunciou investimentos de 570 milhões de euros em cursos profissionalizantes para desempregados.

Großbritannien Premierminister Gordon Brown

Reino Unido: Brown anuncia investimento de 570 milhões de euros em cursos profissionalizantes

França – O governo francês apresentou um pacote conjuntural de mais de 26 bilhões de euros, sendo que 10 bilhões serão investidos em infraestrutura. Para estimular a indústria automobilística, quem vender o carro antigo ganhará um bônus de mil euros. Além disso, o governo investirá na construção de moradias e quer distribuir vales de consumo no valor de 200 euros para 3,8 milhões de famílias.

O governo também concederá créditos da ordem de 22 bilhões de euros em apoio à classe média. Segundo a ministra da Economia da França, Christine la Garde, o programa deverá criar de 80 mil a 110 mil novos empregos, compensando os 90 mil perdidos por causa da crise.

Itália – A metade dos 80 bilhões de euros do pacote conjuntural da Itália provém de programas de fomento da União Europeia. Dezesseis bilhões de euros serão canalizados para infraestrutura. Aposentados e famílias ganharão um bônus fiscal de até 900 euros. Além disso, as empresas também poderão se beneficiar de mudanças fiscais. O governo italiano também adiantou que a energia e os pedágios não ficarão mais caros.

Autokonjunktur Autoindustrie

França e Alemanha oferecem bônus para quem trocar carro antigo por novo

Espanha – Com um programa conjuntural de 38 bilhões de euros, a Espanha tenta amortecer os impactos da crise financeira. A restituição do imposto de renda de até 400 euros para cada contribuinte vai custar 6 bilhões de euros. Os impostos sobre heranças serão eliminados. Estão previstos também investimentos na construção de moradias e em infraestrutura.

Pequenas e médias empresas com problemas de liquidez também poderão contar com o apoio do governo. Para estimular a criação de 300 mil empregos, o governo espanhol pretende investir 11 bilhões de euros. Já a indústria automobilística receberá investimentos de 800 milhões de euros.

Portugal – O pacote conjuntural português para impulsionar a economia e proteger as empresas nacionais abrange o valor de 2,2 bilhões de euros. Entre as medidas previstas pelo programa, estão investimentos em escolas, formas alternativas de energia e novas tecnologias.

Leia mais