1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Conflito na Ucrânia já deixou mais de 6 mil mortos, diz ONU

Em menos de um ano de combates no leste do país, outras quase 15 mil pessoas ficaram feridas, aponta relatório das Nações Unidas. Mulheres, crianças e idosos sofrem consequências do conflito.

Desde o início do conflito no leste ucraniano, em abril do ano passado, mais de 6 mil pessoas morreram e cerca de 14.700 ficaram feridas, segundo um relatório divulgado pela ONU nesta segunda-feira (02/03).

"Mais de 6 mil vidas foram perdidas até agora, em menos de um ano, devido ao conflito no leste da Ucrânia", afirmou em declaração o alto comissário da ONU para Direitos Humanos, Zeid Ra'ad al-Hussein.

Somente na semana passada, os combates entre separatistas pró-Rússia e tropas do governo ucraniano teriam deixado centenas de vítimas fatais nas proximidades do aeroporto de Donetsk e na cidade de Debaltsevo.

Hussein assinalou que entre as vítimas estariam muitos civis e que sobretudo mulheres, crianças e idosos estariam sofrendo as consequências do "impiedoso" conflito. O alto comissário da ONU apelou às partes conflitantes para que respeitem a frágil trégua acordada em 15 de fevereiro último.

"O ataque deliberado de áreas civis pode constituir um crime de guerra e, se generalizado e sistemático, um crime contra a humanidade", declarou o secretário-geral assistente da ONU para os Direitos Humanos, Ivan Simonovic, durante o lançamento do relatório, o nono da ONU sobre o conflito no leste ucraniano.

CA/epd/afp

Leia mais