CONFLITO EM GAZA | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 10.01.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

CONFLITO EM GAZA

Esta semana nossos usuários comentaram principalmente o conflito em Gaza. Vale a pena ler, clique aqui para conferir.

default

Concordo plenamente com o presidente Nicolas Sarkozy, que uma solução militar jamais resolverá os problemas da região.
Bruno Tittel

Concordo com o autor Peter Philipp. Não acredito em solução alguma com esta ação de Israel. Somente vejo atitude eleitoral nisso, gostaria de perguntar: se acaba o império norte-americano, acaba Israel? Não são os norte-americanos que sustentam Israel?
Antonio Rodrigues

A influência europeia no Oriente Médio é relevante, muito relevante, principalmente pela neutralidade e pela proximidade da Europa mediterrânea. A União Europeia deveria, na minha opinião, alinhar-se com a Alemanha, porque a chanceler desse país mostrou realmente o responsável pela tragédia: o terror irracional do Hamas. Desnecessário enumerar a violência iniciada por este grupo político-terrorista-militar contra áreas civis israelenses e contra o povo palestino e a autoridade constituída desse povo pela força das armas em Gaza.
Walel Bastos

Muito coerente o comentário do Sr. Peter Philipp. Não entendo e gostaria que alguém me explicasse o porquê desse alinhamento permanente da Alemanha com os apoiadores de Israel em todos os casos, mesmo naqueles onde, como se diz aqui no Brasil, qualquer cego vê que está ocorrendo uma ação criminosa e inescrupulosa sem sentido. [...] O pior é que parece que há uma covardia dos dirigentes dos principais países europeus em relação a Israel, que faz o que bem entende e ninguém interfere. Resta somente rezar para que os inocentes sejam protegidos.
Mauro Luis Paiva

Ataque nunca é uma defesa, defesa é proteção, e quem precisa de defesa é quem está sendo atacado, que na sua maioria são civis. Mortes são as piores consequencias que alguém pode deixar pelos seus atos.
Fernanda Viana

É um absurdo, uma loucura desmedida o que está acontecendo com a população palestina. Parece-me claro que a pretensão de Israel não é acabar com o Hamas, mas sim com todo o povo palestino. Repudio veementemente a atitude do governo de Israel. E espero uma atitude imediata dos governos do mundo inteiro contra essa chacina promovida por Israel.
Nara Maria Jurkfitz

A ganância por riquezas e poder foram e são as causas das atrocidades ocorridas no mundo, praticadas por países, indivíduos e grupos, é histórico. Os índios guerreavam para aumentar territórios e escravizavam, assim como ocorrem em outras partes do mundo e especialmente na África. Países e pessoas impõem seus interesses pela corrupção, espionagem, pressões econômicas e armadas, gerando os conflitos com ações explosivas e geralmente impossíveis de ser determinadas.
Batista

Na minha opinião, o Hamas é uma organização terrorista que tem uma atuação semelhante à do tráfico de drogas. Como no tráfico de drogas, o Hamas tem três formas de atuação. Atuação militar: é uma atuação contra o Estado. No caso do tráfico, é a polícia o inimigo, e no caso do Hamas, são as Forças Armadas israelenses. Atuação beneficente: no tráfico de drogas há uma ajuda dada a militantes do tráfico para que eles possam cursar Direito e venham a defender os traficantes perante a Justiça. E o Hamas cria creches, hospitais e escolas. Atuação política: o Hamas tornou-se um partido político que ganhou as eleições parlamentares. O tráfico insere candidatos em partidos de aluguel.
Thiago Henrique dos Santos

Leia mais