1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Conferência re:publica atrai blogueiros e ativistas online a Berlim

Em poucos anos, a re:publica se tornou a maior e principal conferência de web 2.0 da Alemanha, atraindo blogueiros, ativistas, pesquisadores e interessados na internet.

Durante a conferência re:publica, o pavilhão Station, no centro de Berlim, vira a Meca dos internautas. Pessoas com laptops debaixo do braço se movimentam entre os auditórios, outros se sentam no meio das salas, discutem ou digitam alguma coisa no computador. E se fizer bom tempo, eles se sentam em grupos no chão do pátio, teclam com outras pessoas em salas de bate-papo ou enviam e-mails.

O clima é de festival de rock. Poucos usam ternos. O que mais se vê são tatuagens, piercings, nerds de óculos e calças largas. Assim foi no ano passado e assim será este ano na conferência que acontece entre esta segunda e quarta-feira (6 a 8/05) na capital alemã.

O que as pessoas na re:publica têm em comum: elas não somente convivem com a internet; na maior parte do tempo elas estão na internet. Os blogueiros e ativistas são os protótipos da sociedade digital, e seu número aumenta a cada dia.

Mudanças rápidas

A história de sucesso da re:publica começou em 2007, iniciada pelos blogueiros Markus Beckendahl e Johnny Haeusler. Em abril daquele ano reuniram-se 700 pessoas afins para falar sobre política, mídia, cultura, tecnologia e lifestyle. A primeira re:publica aconteceu sob o lema "Vida na web".

Até hoje abordam-se temas como proteção de dados ou propriedade intelectual. Política de internet é outro importante assunto, como também a censura em países com governos repressores, campanhas online, mas também a cultura da web. Rapidamente, a conferência evoluiu para um dos principais pontos de encontro de internautas. Atualmente, blogueiros e ativistas de todo o mundo vão para Berlim. Mas também estão presentes políticos e líderes empresariais.

Publikum auf der Republica 2011

Conferência deverá atrair 5 mil pessoas este ano

Temas, freaks e pensamento livre

Apesar da semelhança de temas, o desenvolvimento tecnológico faz surgir novos aspectos a cada ano, e o foco muda de lugar. Em 2009, o grande assunto foi a rápida transformação dos meios de comunicação, e como a internet e suas formas de comunicação se integram cada vez mais nas vidas das pessoas. Por volta de 1,5 mil pessoas participaram do encontro.

Um ano mais tarde, a re:publica se dispôs a descobrir o que realmente é possível ou não na internet. Entre os 2,5 mil presentes, estava também o precursor da internet Jeff Jarvis. Ao tratar do tema "Privacidade na web", ele revelou para o público sua vida privada, da forma que também faz na internet, e perguntou por que justamente os alemães valorizam tanto a vida privada, mas ao mesmo tempo homens e mulheres suam uns ao lado dos outros em saunas públicas. Mais tarde, convidou os presentes para uma conversa pessoal. Nu, numa sauna.

Política e políticos

06.12.2012 DW Quadriga Studiogast Markus Beckedahl

Markus Beckedahl foi iniciador da re:publica

Para Beckendahl, a conferência trata sobretudo "de nossa liberdade e de como podemos moldar a sociedade digital no futuro", como declarou à Deutsche Welle. Isso inclui, obviamente, uma grande quantidade de trabalho educativo, também para políticos. Ao menos na Alemanha, eles descobriram bem lentamente a internet e as mídias sociais para si. E são poucos os que tuitam com frequência.

Entre aqueles que o fazem está o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert. Em 2012, ele falou inesperadamente e de forma muito sincera sobre sua relação com as mídias sociais. "Eu era relativamente novo neste trabalho e, um dia, me veio a ideia de começar a tuitar", afirmou, descrevendo as diversas reações à sua conta no Twitter @RegSprecher.

Também a comissária europeia da Agenda Digital, Neelie Kroes, esteve presente na re:publica 2012, explicando em palestra que o controverso acordo antipirataria Acta estaria encerrado. Dois meses mais tarde, o Parlamento Europeu realmente não aprovou o polêmico tratado.

Blogueiros de todo o mundo

Em 2013, estão sendo esperados cerca de 5 mil visitantes, são 200 horas de programação em diversos palcos. Por volta de 350 palestrantes vão discutir e palestrar nesses palcos. Algumas estrelas da blogosfera internacional anunciaram sua presença, entre elas a ativista norte-americana Jillian York e a blogueira cubana Yoani Sánchez. Neste ano, ela poderá receber, finalmente, o prêmio The Bobs, que ganhou em 2008 na categoria Melhor Blog. Ela não tivera até o momento a oportunidade de recebê-lo, já que não podia deixar Cuba.

Entre os palestrantes da re:publica estão também regularmente jurados do The Bobs, que este ano anunciará os ganhadores do prêmio da Deutsche Welle para o ativismo online durante a conferência em Berlim.

A atual re:publica enfocará quem se encontra em que lugar dentro da sociedade digital, que caminhos ela segue e como o desenvolvimento dessa sociedade influencia nossas vidas. "Blogosfera, ativismo de rede e mídia social são somente alguns aspectos", afirma a conferência em sua página de internet, "porque já há muito tempo a digitalização abrange todas as esferas da vida e marca nosso cotidiano."

Leia mais