1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Condenado, Berlusconi inicia serviço comunitário

Sentenciado por fraude fiscal, ex-primeiro-ministro da Itália terá, em plena campanha para as eleições europeias, que trabalhar como voluntário pelo menos uma vez por semana em lar de idosos na região de Milão.

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi começou a cumprir, nesta sexta-feira (09/05), a pena de um ano de serviço comunitário numa clínica especializada em isodos, localizada na região de Milão.

Berlusconi foi condenado por fraude fiscal e expulso do Parlamento em 2013. Em abril deste ano, a Justiça italiana o sentenciou a um ano de serviços comunitários, liberando o político da prisão domiciliar. Ele também foi multado em 10 milhões de euros pelo Fisco.

Aos 77 anos, o ex-chefe de governo deverá trabalhar como voluntário uma vez por semana no Instituto Sagrada Família, em Cesano Boscone. O centro clínico informou que não permitirá que Berlusconi use o período de cumprimento de pena para se promover politicamente. Apesar de ter sido impedido de se candidatar, o magnata lidera a campanha de seu partido, o Força Itália, às eleições europeias.

O ex-primeiro ministro chegou ao lar de idosos vestindo um terno azul, deixou o carro, não se pronunciou e foi acompanhado até o interior da clínica por um dos administradores do local. Do lado de fora, um manifestante gritou: "Para a prisão", para depois, em referência a uma penitenciária de Milão, dizer: "Nós, trabalhadores italianos, temos um sonho: Berlusconi em San Vittore!"

Em entrevista a uma rádio na quinta-feira, Berlusconi afirmou que tem estudado os diferentes tipos de tratamento da doença. "Acredito que ficarei mais tempo (em trabalho social na clínica) do que aquele que sou obrigado. Tenho uma grande surpresa preparada", anunciou.

Essa é a primeira condenação do italiano, que ainda tem um recurso pendente na Justiça contra uma sentença por abuso de poder e por ter supostamente tido relações sexuais com uma prostituta menor de idade. Devido a leis brandas para condenados acima dos 70 anos, Berlusconi não pode ir para a cadeia.

BWS/ap/dpa/lusa

Leia mais