1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Comunidades do Orkut apóiam brasileiros que chegam à Alemanha

Brasileiros que vivem há mais tempo na Alemanha utilizam as comunidades do Orkut para ajudar os compatriotas recém chegados ao país. O catarinense Fernando Scharf garante que venceu a solidão com a ajuda do site.

default

Membros da comunidade Brasileiros em Bonn em momento de confraternização

A cada dia fica mais fácil viajar do Brasil à Alemanha, pelo menos quando o assunto é informação. Sites como Viver na Alemanha, Brasileiros na Alemanha e a versão eletrônica da revista Brazine – sem contar todo o conteúdo disponibilizado por embaixadas e consulados das duas nações – oferecem dicas fundamentais sobre o país mais rico da Europa. Porém, os brasileiros estão descobrindo uma outra fonte de informação na internet.

O catarinense Fernando Scharf, que deixou Blumenau para trabalhar como au-pair em Bonn, reconhece a importância dos sites que prestam algum tipo de assistência, mas garante: para fazer amigos e espantar a solidão, o endereço eletrônico mais indicado é o da maior rede de relacionamentos do mundo. "O Orkut me fez sentir em casa num país distante e em meio a desconhecidos, pois foi através dele que fiz muitas amizades", comenta ele.

Como tantos outros jovens que chegam ao país, Scharf sentia-se sozinho, tinha dificuldades com o idioma e de adaptação a uma nova cultura. Problemas que ele assegura ter superado com o apoio de uma comunidade do Orkut. "Sem o domínio da língua estrangeira é muito difícil você conseguir fazer amigos e, antes de entrar na comunidade Brasileiros em Bonn, não conhecia ninguém", diz o jovem de Santa Catarina.

O segredo do Orkut

Quem está no Orkut sabe que as comunidades, criadas para unir os usuários por suas afinidades, são o segredo de tamanho sucesso. É por meio delas que o site tem ganhado popularidade entre os brasileiros que vivem na Alemanha. As comunidades Copa do Mundo 2006 Alemanha e Eu Amo a Alemanha estão entre as maiores em número de membros, com 28.004 e 19.247, respectivamente.

Jaqujeline Meireles Knabe

Jaqueline Meireles dá dicas sobre a Alemanha

Menor em quantidade, porém com grande participação de seus membros nas listas de discussões (tópicos). Esse costuma ser o perfil das comunidades que levam o nome de cidades alemãs, entre elas: Brasileiros em Frankfurt (1125 membros), Brasileiros em Berlin (957), Brasileiros em Stuttgart (903), Brasileiros em Hamburg (689). Os donos dessas comunidades – isto é, quem as fundou – acabam se tornando "celebridades" entre seus compatriotas, nas cidades onde vivem.

Esse é o caso de Jaqueline Meireles Knabe, há cinco anos na Alemanha e há 11 meses à frente da Brasileiros em Bonn (133 membros), aquela comunidade que ajudou Fernando Scharf a vencer a solidão. "Como eu tinha visto comunidades de outras cidades da Alemanha, quis fazer uma para descobrir os brasileiros que vivem em Bonn. O bom disso é que temos algo em comum, porque muitos estão sozinhos, sem família", esclarece a baiana que cursa Ciências Políticas na Universidade de Bonn.

E quando não está estudando ou trabalhando, Jaqueline separa um tempo para navegar no Orkut e dar dicas sobre a cidade e o país aos demais membros de sua comunidade. "O que as pessoas querem não é muita coisa. Querem saber que lugar é bom para morar, quanto precisa ganhar para viver, como fazer para estudar na Alemanha. Tem gente que até pergunta onde que tem emprego. Como eu já passei por isso tudo, não custa ajudar. É muito importante ter alguém para fazer isso por você", declara a universitária.

Consulta médica

Grande parte dessas comunidades do Orkut na Alemanha tem como principal finalidade criar um convívio social entre os brasileiros e ampliar o círculo de amizades de seus membros. No entanto, uma pequena parcela delas tem como principal objetivo o assistencialismo. Nesse grupo se enquadra a comunidade Médicos do Brasil na Alemanha (212), criada para esclarecer as mais variadas dúvidas dos usuários.

Orkut Médicos do Brasil na Alemanha

Perguntas sobre saúde na comunidade Médicos do Brasil na Alemanha

Uma internauta, por exemplo, precisava saber como comprar pílula anticoncepcional na Alemanha. O médico Roberto Rossi, que vive em Essen e é o dono da comunidade, informou que o medicamento só é vendido nas farmácias mediante receita médica de um ginecologista. Esclarece ainda que para marcar uma consulta o paciente estrangeiro necessita ter o seguro de saúde obrigatório.

Casar na Alemanha

Até quem está interessado em casar encontra dicas interessante e, muitas vezes, engraçadas sobre o assunto. Em Brasileiros na Alemanha (1585) existe um tópico que trata do casamento de estrangeiros na Alemanha, com dicas de quem já passou pela situação.

"Eu me casei na Alemanha, sou alemão e minha ex[mulher] é brasileira. Não tive nenhum problema para casar aqui, foi rápido e ela só precisou dos documentos traduzidos. E, se você não quiser ter dor de cabeça no futuro, não reconheça esse casamento no Brasil, pois no caso de uma separação você terá de fazer uma homologação para o Brasil via Alemanha e isso custa uns 1800 euros", comentou um alemão que no Orkut responde como Cristian. E se as dicas encontradas no Orkut não parecem confiáveis, o internauta pode conferir a comunidade S.O.S Brasileiros na Alemanha (823). Lá estão disponíveis os endereços e telefones da embaixada, dos consulados gerais e honorários do Brasil na Alemanha. E devido ao grande número de pessoas que se inscrevem no Orkut todos os dias, desconfie do número de membros, provavelmente desatualizado, das comunidades citadas acima.

Leia mais