1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Como "soam" as cidades?

O papel do som passou a ser levado em conta no planejamento urbano. Em entrevista para a DW, o pesquisador Thomas Kusitzky explica qual o som das cidades e por que umas soam diferente das outras.

O barulho é uma parte inevitável da vida nas cidades, e recentemente vem sendo levado em consideração na hora de fazer o planejamento urbano. Thomas Kusitzky é doutor pela Universidade Bauhaus de Weimar e desde 2008 atua como docente na Universidade de Artes de Berlim. Seu objetivo é que o som seja levado em conta no planejamento. em entrevista à DW, ele explica que respeitar a dimensão auditiva no planejamento pode significar melhor qualidade de vida

DW:Quando se constrói uma nova cidade, os efeitos sonoros são levados em conta?

Thomas Kusitzky: Muito pouco tem sido feito nesse sentido, e o foco é voltado para a intensidade dos ruídos. Os sons urbanos são vistos sempre como algo potencialmente irritante. Nos últimos cinco anos o que tem acontecido é algo muito mais promissor: há muitas atividades relacionadas aos aspectos positivos dos sons. Por exemplo, nos últimos anos, Londres dedicou estudos sobre quais sons da cidade merecem ser protegidos por suas características próprias.

Interview mit Thomas Kusitzky

O pesquisador Thomas Kusitzky

As metrópoles de outros países soam de forma distinta umas das outras?

A cultura é crucial para os sons de uma cidade. As formas de comportamento dos habitantes são diferentes, e algumas atividades marcam o som. Há alguns anos, eu estive em Pequim e observei pessoas dançando valsa e tango nas ruas. Pensei que eram bairros ocidentais, mas depois concluí que era algo típico de Pequim. Já no verão de Berlim, é comum ver pessoas fazendo churrasco em qualquer zona verde, e esse passa a ser o som da cidade nessa época do ano.

Há diferenças sonoras entre cidades dentro de um mesmo país?

Cada cidade soa de acordo com a forma que a construímos. Na Alemanha, por exemplo, as ruas amplas de Berlim permitem que os carros trafeguem mais rápido, e o som deles é mais perceptível. Hamburgo, por sua vez, é um porto, com seus ruídos típicos. Ao contrário de Munique, que tem uma grande área verde no centro da cidade, o que a deixa mais silenciosa.

Além da cultura, que fatores determinam o som de uma cidade?

As condições climáticas. As ruas são mais "vivas" em países onde a temperatura permite ficar ao ar livre. Também existem os fatores econômicos. Nos anos 1990, havia muitos ciclistas em Pequim, mas, com a chegada do crescimento econômico e dos carros, o som foi transformado. Por exemplo, gosto bastante cidade de Porto, em Portugal, por causa da sua vida noturna no setor histórico e na beira do mar.


Leia mais