1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleição na Alemanha

Como é eleito o chanceler federal na Alemanha

Saiba mais sobre os mecanismos para a eleição do chanceler federal na Alemanha.

Vista da fachada da Chancelaria Federal, em Berlim

Chancelaria Federal em Berlim, onde o chanceler federal trabalha

A escolha do candidato a chefe de governo na Alemanha ocorre da seguinte forma: a bancada majoritária no Parlamento sugere o nome do chanceler federal ao presidente da Alemanha, e este apresenta então o nome ao Bundestag. Diferentemente dos em geral acalorados debates políticos em plenário, antes da votação para chanceler federal não há nenhum tipo de discurso.

A votação é secreta. Para ser eleito, o candidato precisa receber metade dos votos mais um. Quando isso acontece, o presidente da Alemanha tem sete dias para empossá-lo.

Leia a cobertura completa sobre a eleição na Alemanha em 2017

Em todas as eleições para chanceler federal já realizadas, os candidatos sempre foram eleitos na primeira votação. Porém algumas vezes a escolha ficou apertada: em 1949, Konrad Adenauer foi eleito com o contingente mínimo, e provavelmente foi o seu próprio voto a garantir-lhe o posto de chanceler federal da Alemanha. Tanto Helmut Schmidt (1974–1982, SPD) quanto Helmut Kohl (1982–1998, CDU) só obtiveram na primeira votação um voto a mais do que necessário. Em 2002 Gerhard Schröder (SPD) foi escolhido por apenas três votos além do mínimo indispensável.

Caso esta maioria não seja atingida, o parlamento tem 14 dias de prazo para votar em outros candidatos, sugeridos por pelo menos um quarto dos deputados federais. Podem ocorrer quantas votações forem necessárias, desde que seja atingida a maioria absoluta dos votos.

Mas se mesmo assim ainda não puder ser confirmado um candidato, começa um terceiro período de votação, em que o parlamento tem mais 14 dias para encontrar um chanceler federal. Nesta fase de votação, o presidente pode aceitar a decisão por maioria simples. Cabe a ele, então, decidir se prefere empossar um chefe de governo com tão pouco apoio no Bundestag, ou se dissolve o parlamento e convoca novas eleições legislativas. 
O chanceler federal alemão é, de fato, a mais alta autoridade política da Alemanha, mas aparece apenas em terceiro lugar na hierarquia protocolar, atrás do presidente da Alemanha (chefe de Estado) e do presidente do Bundestag. 

Para ser chefe de governo na Alemanha é preciso ter mais de 18 anos de idade, possuir passaporte alemão, não ter perdido o direito de voto por decisão judicial, nem ter estado alguma vez em tratamento num hospital psiquiátrico. Não há idade definida para ser candidato a chanceler federal alemão, como os 40 anos para os candidatos à presidência da Alemanha. Nunca, no entanto, a Alemanha teve chefes de governo tão novos. Quando assumiu, em 2005, Angela Merkel foi a mais jovem chanceler federal, com 51 anos. 

Não é necessário ser deputado federal, embora sejam os deputados federais que escolhem o chefe de governo. O mandato do chanceler federal dura quatro anos e não há limite para reeleições.

Leia mais