Começa primeiro julgamento por agressões sexuais em Colônia | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 06.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Começa primeiro julgamento por agressões sexuais em Colônia

Argelino de 26 anos vai a tribunal por acusação de crimes sexuais durante a noite de réveillon na cidade alemã. Ele teria feito parte de um grupo de homens que cercaram, molestaram e roubaram uma mulher.

Teve início nesta sexta-feira (06/05) o primeiro julgamento por acusações de agressões sexuais cometidas na noite de réveillon na cidade alemã de Colônia, tendo como réu um argelino de 26 anos.

O jovem é acusado de fazer parte de um grupo de dez homens que cercaram, molestaram e roubaram uma mulher na região da estação central da cidade na noite de Ano Novo. Os incidentes ocorridos em Colônia elevaram as tensões na Alemanha quanto ao grande número de refugiados que chegou ao país em 2015.

O argelino também irá responder pelo roubo do celular da vítima, mas ele nega a acusação. Seu irmão, de 23 anos, também enfrenta acusações de roubo e furto em meio à confusão na noite de réveillon. Ambos ainda são suspeitos de terem arrombado um automóvel em 13 de dezembro do ano passado, para furtar bens de valor que estavam no interior do veículo.

Assistir ao vídeo 02:33
Ao vivo agora
02:33 min

Indignação entre migrantes norte-africanos em Colônia

Desde a noite de réveillon, em torno de 1.170 queixas foram registradas pela polícia de Colônia, sendo que mais de 490 mencionam abusos sexuais – que vão desde assédios até estupros. A maioria das vítimas descreveu seus agressores com sendo de origem árabe ou norte-africana.

Até o momento, nove homens foram condenados pelos incidentes em Colônia, mas nenhum deles por crimes sexuais.

RC/dpa/afp

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados