Começa na Alemanha julgamento de grupo de supostos terroristas | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 22.04.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Começa na Alemanha julgamento de grupo de supostos terroristas

Processo contra o chamado "Grupo de Sauerland", formado por três supostos terroristas e um cúmplice, teve início em Düsseldorf. Os quatro são acusados de terem planejado atentados terroristas na Alemanha.

default

Três dos suspeitos foram detidos em setembro de 2007

Os principais acusados no processo contra o chamado "Grupo de Sauerland" são dois alemães convertidos ao islamismo e um cidadão turco. Sobre os três pesam acusações de planejamento de atentados em restaurantes, discotecas e aeroportos na Alemanha. Segundo a promotoria, os atentados planejados visavam principalmente instituições norte-americanas no país, entre estas uma base militar localizada em Ramstein, no estado da Renânia do Norte-Palatinado.

Entre os alvos previstos pelos supostos terroristas estão, de acordo com as acusações, localidades como Dortmund, Düsseldorf, Frankfurt, Colônia, Stuttgart e Munique. Os atentados teriam acontecido, como mostram as investigações, em outubro de 2007, por ocasião da decisão parlamentar a respeito de uma prorrogação da missão das Forças Armadas alemães no Afeganistão.

"Casa de férias"

Segundo as acusações, os supostos terroristas teriam alugado uma casa de férias na pequena localidade de Medebach-Oberschledorn, na região de Sauerland, no oeste alemão, a fim de prepararem tranquilamente seus atentados. Para a execução de seus planos, eles teriam providenciado diversas peças eletrônicas, soldadores, relógios, um medidor e panelas de aço inoxidável.

Além disso, foram encontrados pela polícia na casa onde eles se alojavam 33,5 quilos de farinha de trigo, que, misturados a uma solução de 730 quilos de peróxido de hidrogênio e a outros ingredientes, poderiam ser usados na fabricação de bombas.

De acordo com o Departamento Nacional de Criminalística, o material teria sido suficiente para fabricar bombas com um potencial explosivo maior do que as usadas nos atentados de Madri e Londres.

Ligações com a Al Qaeda

Sauerland Terror Prozess

Recipientes com substâncias químicas confiscadas pela polícia na casa alugada pelos acusados

Os detonadores para as bombas teriam sido conseguidos na Síria pelo quarto acusado no processo, que foi detido em novembro de 2007 na Turquia e deportado em fins de 2008 para a Alemanha.

Segundo os dados do processo, os quatro acusados seriam membros de um grupo terrorista do Usbequistão chamado União da Jihad Islâmica, que mantém contato estreito com a rede Al Qaeda.

O processo em Düsseldorf deverá levar ser conduzido por pelo menos 47 dias até fim de agosto próximo. A Procuradoria Geral da República prevê, contudo, que o processo possa levar de um a dois anos até ser concluído.

No caso de uma condenação, os acusados serão punidos com penas severas. Na Alemanha, o fato de pertencer a uma rede terrorista pode ser punido com até 10 anos de prisão. Tentativa de homicídio é um delito cuja pena pode ser até de prisão perpétua.

Autora: Olja Ebel

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais