1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Com "pênalti mandraque", Ucrânia vence e elimina a Tunísia

Árbitro paraguaio Carlos Amarilla erra ao marcar infração em que Shevchenko tropeçou no próprio pé, e europeus vão às oitavas com a segunda posição do grupo H.

default

Shevchenko comemora 'gol fabricado'

Com um futebol feio e ajudada pelo árbitro paraguaio Carlos Amarilla, a Ucrânia venceu a Tunísia por 1 a 0 nesta sexta-feira (23/6), em Berlim, e ficou chegou às oitavas-de-final da Copa com a segunda posição do grupo H. A Espanha, que bateu a Arábia Saudita pelo mesmo placar, ficou em primeiro.

O árbitro sul-americano cometeu pelo menos dois erros cruciais que favoreceram os europeus. Primeiro aos 20 minutos dos segundo tempo, quando Ayari bateu falta e a zaga ucraniana que formava a barreira desviou a bola com a mão dentro da área.

Depois quatro minutos mais tarde, quando Shevchenko invadiu a área africana com a bola dominada, tentou passar pelo goleiro e por um zagueiro e acabou tropeçando nos próprios pés. Amarilla, sem a visão total do lance, marcou pênalti de maneira convicente. O camisa 7 bateu e fez o gol da vitoria.

O time da Tunísia dependia da vitória para avançar, mas foi extremamente prejudicado. O atcante Jaziri levou seu segundo amarelo no primeiro tempo após falta comum em um rival e deixou o campo mais cedo.

A Ucrãnia, que levou 4 a 0 da Espanha na primeira fase, pega nas oitavas o primeiro colocado do grupo G. Os espanhóis encaram o segundo.

UCRÂNIA 1 x 0 TUNÍSIA

Ucrânia
Shovkovsky; Nesmachniy, Rusol e Svidersky; Gusev, Tymoshchuk, Shelayev, Kalinichenko (Gusin) e Rebrov (Vorobey); Shevchenko (Milevskiy) e Voronin
Técnico: Oleg Blokhin

Tunísia
Ali Boumnijel; Trabelsi, Jaidi, Haggui e Ayari; Namouchi, Mnari, Chedli (Francileudo dos Santos), Medhi Nafti (Ghodhbane) e Bouazizi (Ben Saada); Jaziri
Técnico: Roger Lemerre

Data: 23/06/2006 (Sexta-feira)

Local: Estádio Olímpico de Berlim
Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)

Auxiliares: Amelio Andino e Manuel Bernal (ambos paraguaios)

Cartões amarelos: Svidersky, Shelayev, Nesmanchny, Rusol (U); Jaziri, Bouazizi, Jaidi (T)

Cartão vermelho: Jaziri (T)

Gol: Shevchenko, aos 24min do segundo tempo