1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Com gol-relâmpago, EUA derrotam Gana no grupo da Alemanha

Gana pressiona, busca o empate quase no fim da partida, mas ainda deixa escapar o ponto valioso. Gol marcado aos 36 segundos por Clint Dempsey é o sexto mais rápido da história das Copas do Mundo.

default

Com apenas 36 segundos de jogo, Clint Dempsey marca o primeiro gol da partida

Com as estrelas Kevin-Prince Boateng e Michael Essien no banco de reservas, a seleção de Gana sofreu um gol com 36 segundos de partida, correu atrás do placar praticamente o jogo inteiro e conseguiu o empate quase no fim da partida. Porém, sofreu um gol no final, e os Estados Unidos venceram por 2 a 1, na última partida desta segunda-feira (16/06), em Natal.

A partida prometia ser eletrizante. Com apenas 36 segundos – segundo estatística oficial da Fifa – o placar na Arena das Dunas já precisou ser alterado. Clint Dempsey recebeu a bola de um arremesso lateral, levou até a grande área, driblou um zagueiro e tocou no canto oposto do goleiro. O atacante do Seattle Sounders é assim o primeiro atleta americano a ter marcado em três Copas diferentes. Seu gol foi o sexto mais rápido da história dos Mundiais.

- Hakan Sukur (Turquia) – 11 segundos, em 2002.
- Vaclav Masek (Tchecoslováquia) – 16 segundos, em 1962.
- Ernst Lehner (Alemanha) – 25 segundos, em 1934.
- Bryan Robson (Inglaterra) – 27 segundos, em 1982.
- Emile Veinante (França) – 35 segundos, em 1938.
- Arne Nyberg (Suécia) – 35 segundos, em 1938.

FIFA Fußball WM 2014 USA Ghana

Muntary perdeu o equilíbrio e acertou o nariz de Dempsey. O meia precisou de longo atendimento

Mas após o gol de Dempsey, a partida seguiu o mesmo roteiro até o final do primeiro tempo. Gana buscando o empate com lançamentos longos para Asamoah Gyan e cruzamentos na área de Tim Howard, e os EUA buscando o contra-ataque. Aos 20, Jozy Altidore teve grande chance de ampliar, mas foi travado no último instante, dentro da pequena área. Três minutos depois, o atacante do Sunderland sentiu uma distensão muscular durante um pique e teve que ser substituído. É o quinto jogador contundido nesta segunda de Copa do Mundo.

Ainda no primeiro tempo, houve um momento de apreensão em campo. Clint Dempsey, autor do gol, recebeu uma joelhada sem intenção do zagueiro ganês no nariz e teve que ser atendido por alguns minutos no gramado. Mas ele conseguiu continuar no jogo.

O segundo tempo foi totalmente diferente dos primeiros 45 minutos. Gana pressionou em busca do empate, mas as finalizações ou eram bem defendidas pelo goleiro Tim Howard ou passavam muito próximas da meta rival. Asamoah Gyan era o mais lúcido em campo e infernizava a defesa do US Team. Mas ele, e seus companheiros, pecaram demais nas finalizações.

FIFA Fußball WM 2014 USA Ghana

Jürgen Klinsmann, técnico dos EUA, comemora com o banco de reservas o gol tardio de John Brooks

As últimas cartadas do treinador de Gana foram as entradas de Kevin-Prince Boateng e Michael Essien, que perdeu a titularidade por um desentendimento com o próprio técnico. E os dois deram mais qualidade ao passe nas construções das jogadas. Aos 36 minutos, Gyan recebeu passe em profundidade na grande área, recuou de calcanhar para a entrada de André Ayew, que, com o lado externo do pé, fuzilou o goleiro Howard.

Quando já pintava o segundo empate da Copa, John Brooks, zagueiro do Hertha Berlin, subiu sozinho na pequena área, após cobrança de escanteio, e voltou a colocar a equipe de Jürgen Klinsmann na frente. Depois de ficar praticamente o segundo tempo inteiro exclusivamente preocupado com a marcação, os EUA acharam o importante gol da vitória, quatro minutos antes do apito final.

Gana joga agora a sua sobrevivência no torneio contra a Alemanha, no próximo sábado (21/06), em Fortaleza, e os Estados Unidos vão à Arena Amazônia enfrentar os traumatizados portugueses, no dia 22.

Ficha técnica

Gana 1 x 2 Estados Unidos

Local: Arena das Dunas, Natal

Arbitragem: Jonas Eriksson (Suécia), auxiliado por seus compatriotas Mathias Klasenius e Daniel Warnmark.

Gols: Clint Dempsey (1'/1T), André Ayew (36'/2T), John Brooks (41'/2T)

Cartões amarelos: Mohammed Rabiu (30'/1T), Sulley Muntari (46'/2T)

Gana: Adam Kwarasey; Daniel Opare, Jonathan Mensah, John Boye e Kwadwo Asamoah; Mohammed Rabiu (Michael Essien 26'/2T), Sulley Muntari, André Ayew; Jordan Ayew (Kevin-Prince Boateng 14'/2T), Christian Atsu (Albert Adomah 32'/2T), Asamoah Gyan. Técnico: Kwesi Appiah.

Estados Unidos: Tim Howard; Fabian Johnson, Geoff Cameron, Matt Besler (John Brooks 1'/2T), DaMarcus Beasley; Kyle Beckerman, Alejandro Bedoya (Graham Zusi 32'/2T), Jermaine Jones, Michael Bradley; Clint Dempsey e Jozy Altidore (Aron Johannsson 23'/1T). Técnico: Jürgen Klinsmann.

Leia mais