1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Com dois gols na final, Fred divide artilharia da Copa das Confederações

Atacante do Fluminense cumpre promessa, marca cinco gols e é, ao lado do espanhol Fernando Torres, artilheiro do torneio. É a quinta vez que o Brasil tem o maior goleador da competição.

Antes do começo da Copa das Confederações, Fred prometeu marcar um gol em cada uma das cinco partidas da seleção brasileira. E, em parte, o atacante do Fluminense cumpriu a promessa. Com os cinco marcados no torneio – todos nas últimas três partidas – Fred encabeça, juntamente com o espanhol Fernando Torres, a lista de goleadores desta edição da Copa das Confederações.

E parece que esta conquista gira em torno do número cinco. Com o título de goleador, Fred tornou-se o quinto artilhero brasileiro de todas as Copas das Confederações. Na primeira edição com a chancela da Fifa, em 1997, Romário marcou sete vezes, incluindo três na vitória por 6 a 0 na final contra a Austrália. Em 1999, no México, Ronaldinho Gaúcho marcou seis vezes e dividiu a artilharia com o árabe Marzouq al-Otaibi e com o mexicano Cuauthémoc Blanco.

Nas últimas duas edições, em 2005 e 2009, a seleção brasileira, além de conquistar os títulos, teve os artilheiros. Adriano, na Alemanha, e Luis Fabiano, na África do Sul, balançaram as redes as mesmas cinco vezes para serem artilheiros do torneio. Em todas as oportunidades, o goleador brasileiro anotou um gol na final.

Dos cinco gols de Fred, dois foram contra a Itália, ainda na fase de grupos, um na semifinal contra o Uruguai e mais dois na final contra a Espanha. Já Fernando Torres teve a ajudinha por enfrentar o frágil Taiti. Das cinco vezes que balançou as redes, quatro foram contra o campeão da Oceania e uma contra a Nigéria.

Na premiação da Fifa, Neymar recebeu a chuteira de bronze por ter marcado quatro gols, Fred levou a chuteira de prata e acabou ficando atrás de Torres no critério de desempate: o número de assistências. O espanhol deu um passe para gol, contra nenhum do atacante brasileiro.

Confed Cup 2013 Spanien Tahiti

Fernado Torres aproveitou o jogo com o frágil Taiti, marcou quatro gols e é um dos artilheiros da competição

Artilharia na Copa das Confederações

1992– Gabriel Batistuta (Argentina) e Bruce Murray (Estado Unidos) – 2 gols
1995 – Luis García Postigo (México) – 3 gols
1997 – Romário (Brasil) – 7 gols
1999 – Ronaldinho Gaúcho (Brasil), Marzouq Al-Otaibi (Arábia Saudita) e Cuauthémoc Blanco (México) – 6 gols
2001 – Saun Murphy (Nova Zelândia), Hwang Sun-Hong (Coréia do Sul), Takayuki Suzuki (Japão) e Robert Pirès, Patrick Vieira, Eric Carrière e Sylvain Wiltord (França) – 2 gols
2003 – Thierry Henry (França) – 4 gols
2005 – Adriano (Brasil) – 5 gols
2009 – Luis Fabiano (Brasil) – 5 gols