1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Com desfalques, Portugal joga contra EUA pela sobrevida na Copa

Após sofrerem goleada contra a Alemanha, portugueses irão para partida decisiva em Manaus possivelmente com cinco desfalques. Esperanças estão nos pés de Cristiano Ronaldo, que também não está 100% fisicamente.

"Respondo todos os dias. Mas se eu fico cansado, imagine ele." A resposta do atacante Helder Postiga reflete uma rotina no centro de treinamento de Portugal em Campinas. Independentemente do entrevistado, do dia ou da partida, o assunto é sempre Cristiano Ronaldo. E para o duelo decisivo deste domingo (22/06), contra os Estados Unidos, em Manaus, a situação não é diferente.

Portugal vai para a partida que pode selar sua eliminação da Copa do Mundo com possivelmente cinco desfalques. O zagueiro Pepe cumpre suspensão por ter sido expulso na derrota para a Alemanha; lesionado, o lateral Fábio Coentrão já voltou a Portugal; com dores na coxa esquerda, o zagueiro Bruno Alves é dúvida; e o goleiro Rui Patrício e o atacante Hugo Almeida, também por lesão, já estão fora.

Se naturalmente as atenções já estão voltadas para Cristiano Ronaldo, com tantos desfalques a coisa se intensifica. O melhor jogador do mundo está com um problema no joelho esquerdo, e seu desconforto é nítido durante os treinos. A curiosidade sobre sua situação do craque aumenta pelo fato de os treinamentos serem pouco abertos à imprensa.

Fußball WM 2014 - Deutschland Portugal

Fábio Coentrão, que lesionou contra a Alemanha, já voltou para Portugal e está fora da Copa

"Eu nunca colocaria a responsabilidade sobre um só jogador. Responsabilidade individual só tenho eu", disse o técnico Paulo Bento, na véspera do confronto. "Estamos entre a espada e a parede. É simples: ou ganhamos ou fazemos as malas. Mas escolho sempre a espada, para poder lutar."

Os americanos também têm um desfalque importante: o atacante Jozy Altidore sentiu um problema na coxa, precisou ser substituído contra Gana e não estará à disposição do técnico Jürgen Klinsmann neste domingo. Klinsmann contará, porém, com o capitão Clint Dempsey, que quebrou o nariz em uma dividida contra Gana. Ele irá a campo com uma máscara de proteção.

Com três pontos na tabela e em situação mais confortável, os jogadores americanos pedem atenção com Portugal, apesar dos desfalques. Mas garantem que o time comandado por Paulo Bento não é só Cristiano Ronaldo.

"Portugal não é só Cristiano Ronaldo. É uma equipe complicada que joga pela classificação", avaliou o meio-campista Michael Bradley.

FIFA Fußball WM 2014 USA Ghana

Com o nariz quebrado, o capitão dos EUA, Dempsey, jogará com uma máscara protetora

Prováveis escalações

Estados Unidos: Tim Howard; Fabian Johnson, Geoff Cameron, Matt Besler, DaMarcus Beasley; Kyle Beckerman, Alejandro Bedoya, Jermaine Jones, Michael Bradley; Clint Dempsey e Aron Johannsson. Técnico: Jürgen Klinsmann.

Portugal: Beto; João Pereira, Ricardo Costa, Bruno Alves (Neto) e André Almeida; Miguel Veloso, Raul Meireles, João Moutinho; Nani, Cristiano Ronaldo; Hélder Postiga. Técnico: Paulo Bento.

Local

Arena Amazônia, Manaus

Arbitragem

Nestor Pitana (Argentina), auxiliado por seus compatriotas Hernán Maidana e Juan Pablo Belatti.

Destaques

Clint Dempsey: Autor do gol mais rápido desta Copa, Dempsey é um meia-atacante habilidoso, com ótima presença em bolas áreas e com boa passagem pelo futebol inglês. Com o gol contra Gana, Dempsey se tornou o primeiro jogador dos Estados Unidos a marcar em três Mundiais diferentes. Ele, que atualmente joga pelo Seattle Sounders, entrará em campo contra Portugal com uma máscara, já que quebrou o nariz na estreia.

Cristiano Ronaldo: Apagado na estreia, quando a seleção de Portugal foi goleada pela Alemanha, Cristiano Ronaldo precisa comprovar o título de melhor do mundo contra os EUA. Mesmo sentindo ainda um incômodo no joelho, ele é a principal (e quase única) esperança para obter a classificação às oitavas de final.

Retrospecto

As duas seleções já se enfrentaram cinco vezes, e as estatísticas mostram um empate em todos os quesitos. Duas vitórias e cinco gols para cada seleção, além de um empate.

Último confronto

O último confronto foi justamente o único em Copas. Na fase de grupos do Mundial de 2002, os Estados Unidos derrotaram os portugueses por 3 a 2. O atual treinador de Portugal, Paulo Bento, entrou no decorrer do segundo tempo.

Leia mais