1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Comércio franco-alemão é exemplar

O comércio teuto-francês é exemplar entre as economias nacionais altamente desenvolvidas. Alemanha é o parceiro mais importante da França e vice-versa.

default

Automóvel é o principal item da balança comercial

As mercadorias e serviços que a Alemanha exportou para a França, de janeiro a setembro de 2002, somaram 53,4 bilhões de euros. O volume do comércio em sentido contrário, no mesmo período, foi de 38,7 bilhões de euros. As marcas alemãs de automóveis são muito cobiçadas na França e os automóveis franceses lideram as estatísticas de importações alemãs. Os franceses compraram 328 mil veículos da Alemanha, no ano passado, e exportaram 354 mil carros para o país vizinho.

Automóvel é o item mais importante da balança comercial teuto-francesa, seguido por máquinas, produtos químicos, medicamentos, artigos elétricos e gêneros alimentícios. Mas também móveis alemães são tão procurados no mercado francês quanto as eficientes máquinas de lavar roupa made in Germany.

Champanha, queijos e vinhos

Os vinhos da França são apreciados na Alemanha tanto quanto o inigualável champanhe francês e o comércio desses produtos continua prosperando.

A lista de itens do comércio bilateral vai desde matérias-primas até tecnologia de ponta, segundo o diretor da Câmara Teuto-Francesa de Comércio, Giselher Schleebusch. "Não é só a Alemanha que compra produtos alimentícios franceses, " pondera ele, "pode parecer piada, mas a França também importa queijos alemães, como matéria-prima".

Superávit alemão

A Alemanha alcança, tradicionalmente, superávit no comércio com a França. Em 2001, ele foi de 20 bilhões de euros. As exportações alemãs para o país vizinho somaram 69 bilhões de euros, enquanto as importações ficaram em 49 bilhões de euros.

Em conseqüência da baixa conjuntura econômica, o volume do comércio bilateral diminuiu um pouco em 2002, ano em que 16,8% das compras externas da França foram na Alemanha e para este país fluíram 14,6% de todas as exportações francesas. A participação francesa no comércio exterior da Alemanha é bem menor, de 11%.

Investimentos bilaterais

A penetração bilateral de mercado é também apoiada e fomentada com investimentos. Firmas alemãs investiram quase 25 bilhões de euros em suas filiais na França e empresas deste país aplicaram 30 bilhões de euros na Alemanha. O leque dessas filiais vai desde venda de material para escritório até grandes fábricas.

Só a Câmara de Comércio de Paris tem 1400 empresas alemãs registradas. "A maior parte delas são filiais que foram criadas há muitos anos, o que significa que elas são bem-sucedidas, pois do contrário já teriam se retirado", esclarece Schleebusch. Não só multinacionais como Siemens, Daimler-Chrysler e Bosch têm representação na França, mas também muitas pequenas empresas alemãs.

As 2700 filiais alemãs instaladas em toda a França empregam um total de 300 mil pessoas, enquanto as 1300 firmas francesas na Alemanha têm 230 mil empregados. Mas são raros os postos de direção das empresas francesas ocupados por executivos do país vizinho.

Leia mais