Colisão de trem deixa um morto e mais de 100 feridos nos EUA | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 29.09.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estados Unidos

Colisão de trem deixa um morto e mais de 100 feridos nos EUA

Veículo de passageiros não reduz velocidade e colide contra estação no estado de Nova Jersey. Mulher que esperava na plataforma morreu na colisão. Autoridades investigam causas.

Parte do teto que cobria plataformas caiu após desastre de trem em Hoboken, Nova Jersey

Parte do teto que cobria plataformas caiu após desastre de trem em Hoboken, Nova Jersey

A colisão de um trem contra a infraestrutura de uma estação da cidade de Hoboken, no estado americano de Nova Jersey, deixou ao menos um morto e 108 feridos, vários deles em estado grave, nesta quinta-feira (29/09). 

Estima-se que 250 pessoas estivessem no trem no momento do incidente. Os feridos foram levados para dois hospitais da região. Uma mulher que esperava na plataforma morreu ao ser atingida pelos destroços.

O trem da companhia New Jersey Transit viajava de Nova York para Nova Jersey e aparentemente não parou em sua chegada à estação, chocando-se contra a infraestrutura. Um dos pilares que sustentavam o teto que cobria as plataformas foi derrubado, provocando o colapso parcial da cobertura. Testemunhas relataram ter visto uma mulher presa sob o concreto e muitas pessoas sangrando.

Jennifer Nelson, porta-voz da New Jersey Transit, afirmou não saber a que velocidade o trem trafegava. Imagens de televisão e fotos do local mostram danos no veículo e na estação, que é ponto final de muitos trens e onde muitos passageiros que se dirigem a Nova York fazem baldeação.

USA Zugunfall in Hoboken Terminal in New Jersey (Getty Images)

Parte do teto que cobria plataformas caiu após desastre de trem em Hoboken, Nova Jersey

A passageira Nancy Bido relatou à emissora WNBC-TV que o trem não reduziu a velocidade ao se aproximar da estação. "Ele estava indo muito rápido, e o terminal basicamente serviu de freio para o trem." Ela afirmou que o veículo estava lotado, especialmente os dois primeiros vagões. Passageiros no segundo vagão quebraram as janelas para sair.

O funcionário da New Jersey Transit Michael Larson disse que ouviu um estrondo como uma explosão de uma bomba no momento da colisão. "O trem estava numa velocidade consideravelmente maior do que deveria estar no terminal. Ele subiu e só parou quando alcançou a parede da sala de espera", relatou.

Este não foi o primeiro acidente na estação. Em 2011, outro trem colidiu no local, deixando 30 feridos.

Causas são investigadas

As causas da colisão ainda não foram identificadas. O Conselho Nacional de Segurança em Transportes está conduzindo as investigações.

"Temos que investigar todas as causas potenciais para esse descarrilamento, mas pelo nível de destruição na estação, é óbvio que o trem estava em alta velocidade", disse o governador de Nova Jersey, Chris Christie.

Christie acrescentou que não há mais pessoas no meio dos escombros e afirmou que o maquinista está entre os feridos. Seu estado de saúde é grave.

O trem deixou a estação de Spring Valley, em Nova York, às 7h23 e colidiu contra o terminal em Hoboken às 8h45, um horário de muito movimento.

O último grande acidente de trem nos Estados Unidos ocorreu em maio de 2015, quando um veículo da Amtrak que fazia a rota entre Washington e Nova York descarrilou na Filadélfia, deixando oito mortos e mais de 200 feridos.

LPF/CN/efe/ap/afp

Leia mais