1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Colônia, uma das pérolas às margens do Reno

Apesar de danificada severamente durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade preserva sua história, contada hoje aos milhares de turistas e peregrinos que visitam Colônia a cada dia.

Assistir ao vídeo 05:10

Colônia, uma das pérolas às margens do rio Reno

O passeio à cidade de Colônia começa com uma viagem ao passado.

Vamos visitar a famosa catedral da cidade, um dos principais pontos turísticos da Alemanha. As obras começaram em 1248, mas a catedral só foi concluída em 1880. E mesmo séculos depois, o trabalho dos restauradores nunca termina.

Além da enorme igreja que recebe todos os dias 20 mil turistas e peregrinos, vale conhecer o centro histórico, à margem do rio Reno, logo atrás da catedral.

Amantes de museus têm muitas opções, como o Museu Ludwig que ganhou este nome para homenagear os colecionadores de arte Irene e Peter Ludwig. Eles, ao lado de outras pessoas da cidade, doaram o acervo que permitiu a fundação do museu em 1976. A coleção reúne trabalhos do século 20 e arte contemporânea.

Em exposição estão peças que vão do expressionismo à Pop Art. A coleção de arte norte-americana dos anos de 1960 que pode ser visitada em Colônia é a maior fora dos Estados Unidos. Todos os ícones da Pop Art estão representados.

A histórica prefeitura mostra a importância da cidade como metrópole europeia já na Idade Média. Bem na frente do prédio, é possível ver as ruínas do palácio do governo romano e do antigo bairro judeu.

Colônia foi severamente danificada na Segunda Guerra Mundial. Por isso, apenas uma pequena parte dos prédios antigos e das ruas medievais foi preservada.

Nenhum visitante pode deixar de passear ao longo do Reno. O rio faz parte da cidade tanto quanto a catedral. Foi ele que transformou Colônia em um pólo comercial.

Áudios e vídeos relacionados